Compromisso com a verdade dos fatos

Bem-vindo ao blog Garimpando Palavras

sábado, 9 de abril de 2011

Recém lançada, banda patoense faz a festa no Rancho


A noite desta sexta-feira 08 foi bastante propícia para diversão na cidade de Patos, algo que não faltou no clube O Rancho, saída para Pombal. Os forrozeiros de carteirinha, em tribos ou sozinhos, puderam curtir à vontade uma simpática e competente banda de forró, a Forromania, composta de músicos tarimbados que, além do forró tradicional, está aproveitando com maestria o estilo sertanejo universitário, que tem suas origens no Mato Grosso do Sul em 1994, com a dupla precursora João Bosco e Vinicius, que iniciou cantando em barzinhos de Campo Grande-MS.

Um dos líderes da Forromania, o guitarrista Evanildo Silva, filho do saudoso músico Elvandro do Acordeon, diz que a banda já apresentou seu primeiro CD ao público, e a interatividade tem sido bastante agradável. “Os trabalhos começam a surgir e a tendência é trilharmos novos horizontes, levarmos nossa mensagem com muito romantismo às pessoas”, enfatizou.

PRF registra o terceiro atropelamento com morte na BR-230


João Pessoa, 09/04/2011 – A Polícia Rodoviária federal registrou às 15h20 deste sábado (9), no km 26,1 na BR-230, próximo ao Parque de Exposição de Animais, mais um atropelamento de pessoas na BR-230.   
A vítima, Pedro Dias, de 37 anos, morreu ao tentar atravessar a pista fora da faixa de pedestre, que fica há poucos metros de onde aconteceu o acidente. O veículo atropelador, foi um Ford Fiesta, de placa, MNM-9654/PB. 
Ainda, de acordo com algumas testemunhas, Pedro Dias estava sob efeito da embriaguez alcoólica. A PRF nos últimos três dias, vem registrando por cada 24 horas um atropelamento de pessoas com morte nos trechos da rodovia BR-230 na região metropolitana de João Pessoa.



Inspetor José Genésio Pereira Vieira
Núcleo de Comunicação Social - DPRF/PB
Contato- (83) 8852 2977 – 3533 4747

Corpo de jovem é encontrado em estado de decomposição em Patos

Um corpo em adiantado estado de decomposição foi encontrado na manhã deste sábado (09), as margens do Rio Espinharas, mais precisamente no bairro Santo Antônio e a polícia ainda não o identificou.

Segundo os policiais que estiveram no local às primeiras investigações apontam que o homem de aproximadamente 27 ou 30 anos de idade foi brutalmente assassinado, pelo o número de lesões encontrado em seu corpo, principalmente na região do pescoço.

Os Peritos da Unidade de Medicina Legal de Patos, disseram a nossa equipe que provavelmente os assassinos utilizaram objeto cortante para eliminar a vítima, porém não souberam diagnosticar o tipo de arma usada na hora da execução.

Não está descartada ainda a hipótese de desova. O corpo que foi localizado por um rapaz que é sapateiro, conhecido por Juscelino Alves de Almeida, que trabalha pelas imediações, foi encontrado próximo as margens do Rio.

O rapaz disse à polícia que sentiu vontade de fazer necessidades fisiológicas e foi em busca do mato para tal. Quando foi chegando nas proximidades do cadáver, sentiu um cheiro muito forte de carniça. Desconfiado, resolveu verificar e acabou se deparando com o corpo.

Nem o mau cheiro conseguiu afastar os curiosos do local. Ao conduzirem o corpo para o Rabecão, homens, mulheres e até crianças correram para ver de perto o cadáver.

Estima-se que o homem foi morto há aproximadamente três dias.


Por Mário Frade/Foto: Patosonline
 

Clássico movimenta Patos neste domingo

O Campeonato Paraibano tem sequência neste domingo com sua 14ª rodada, oferecendo um importante clássico para os sertanejos, o jogo envolvendo as equipes patoenses Esporte x Nacional, que promete, como manda a tradição do embate, uma partida bastante acirrada.
As equipes se prepararam bastante esta semana, apesar das queixas dos atletas do alvirrubro, que reclamavam atraso dos vencimentos, mas algo contornado pela diretoria, que prometeu quitar o débito com a renda deste domingo.
Sem Clóvis, que cumprirá suspensão automática e possivelmente sem Rafael, entregue ao departamento médico, o Esporte promete muita garra para vencer seu maior desafeto, o Canário do Sertão. Muitos torcedores do patinho chegam a dizer que a equipe pode perder para todos, mas vencendo o Nacional, o Campeonato está salvo.
Já o Nacional, mesmo com desfalques importantes, a exemplo do atacante Du, um dos maiores destaques da competição, do zagueiro Jonny, o otimismo depois da vitória sobre a raposa de campina domingo passado contagia a equipe, que acredita na vitória, importante para sua aspiração de se aproximar cada vez mais do G4, está a cinco pontos do quarto colocado Botafogo.
O certo é que a cidade está no clima desse clássico e o José Cavalcanti deve receber um grande público neste domingo 10, em partida que terá início às 17h, com apito do senhor João Bosco Sátiro, tendo como assistentes Bronei Machado e Luis Felipe.
Nacional está na sexta colocação da tabela, atrás de Treze, CSP, Campinense, Botafogo e Sousa, (perdendo para este no saldo de gols) com 16 pontos e saldo negativo de três gols. Já o Esporte está na cola do Nacional com 14 pontos e saldo negativo de 4 gols.

Waldson pede bom senso dos médicos que ameaçam entregar plantões extras

Em entrevista na manhã deste sábado (09) em Patos, o secretário estadual de saúde, Waldson de Sousa, falou sobre a possibilidade dos médicos da rede hospitalar desta cidade entregar os plantões extras, caso não aconteça a isonomia que eles pleiteiam em relação aos colegas de Campina Grande e João Pessoa, que recebem, segundo o secretário, R$ 240,00 a mais. Waldson diz que precisa haver bom senso da categoria, para que não haja prejuízos para a população. 

“Não acredito que venha ocorrer essa entrega dos plantões, até porque a Secretaria vem discutindo não apenas salários, mas qualidade de serviço, metas a serem cumpridas pelos médicos, que estão abertas nessa negociação. Precisamos evoluir com muita prudência, até porque ninguém ganha mal em Patos. O que existe é uma luta por isonomia, mas, na concepção dos médicos os valores pagos hoje não são suficientes para eles. O Estado entende que se há essa insatisfação, devemos chegar a um consenso”, explicou o secretário.

Ele acrescentou que a SES não tem nada contra a categoria médica, pelo contrário, está interessada em qualificar esse serviço, ma que o governo não pode fazer ampliação de salários sem definir parâmetros justos na negociação, que acontece numa hora inoportuna devido às condições financeiras do Estado. Waldson falou que a categoria médica é melhor remunerada na saúde e que existem também os enfermeiros, técnicos que precisam participar dessas discussões, mas que não há como atender as reivindicações nesse momento. 

Ele explicou que essa diferença, deixada pelo governo anterior, não há como o Estado pagar no momento por se encontrar numa situação de extrema dificuldade financeira. Isso não apenas para a categoria médica, mas para todos os servidores. Waldson adiantou que é preciso colocar na mesa outros parâmetros de negociação, não apenas salários. “Temos uma conversa bastante franca. A gente quer que a população seja bem atendida; o cumprimento dos plantões; não queremos médicos tratando pacientes com descaso e que o hospital funcione com a escala que é paga hoje, o que muitas vezes não vem acontecendo em Patos”, acrescentou Waldson.

Com relação à irregularidade cometida por alguns médicos, que possuem vários empregos públicos, chegando a dar plantão em mais de um lugar ao mesmo tempo, Waldson comentou que a Portaria 134, que regula o Cnes - Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde, veio justamente para regular isso. Disse que os diretores de serviços precisam informar as escalas e a prefeitura registrar o Cnes desses profissionais, como é função sua. “A gente encontrou uma situação aqui em Patos de médico atendendo no PSF, no Hospital Infantil e no Regional ao mesmo tempo. Isso é irregular, os médicos têm conhecimento disso e a gente não pode praticar dessa forma.

Sobre as melhorias da saúde de Patos Waldson explicou que a intenção do Governo do Estado é trazer serviços de alta complexidade, a exemplo da oncologia, algo já anunciado pelo governador Ricardo Coutinho na sua última visita ao município, mês passado, que será um dos maiores projetos dessa área. “Temos que construir uma rede de alta complexidade nesse eixo: Patos, Sousa e Cajazeiras, e precisamos definir serviços essenciais, que sejam de importância para a população”, enfatizou. 

Sobre a superlotação dos hospitais, situação provocada principalmente pelo fraco desempenho do PSF, Waldson diz que cabe às prefeituras viabilizar a permanência dos médicos durante as 40 horas semanais. Em muitos municípios os médicos só dão expediente dois ou três dias no PSF. Isso gera uma demanda muito grande de pacientes para os hospitais. O secretário diz ser preciso conduzir uma negociação mais qualificada no sentido de ampliar e fixar os médicos nos postos de trabalho, na atenção básica e na média complexidade. “Não dá para o médico ganhar e receber em todos os espaços da saúde sem estar prestando seu serviço”, finalizou Waldson. 

Ascom

Reginaldo Poeta

Poema em homenagem às crianças vitimadas no Rio

 

Espaço Sindical

Sete prefeituras ainda não concederam aumento salarial aos professores

O Presidente do SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, José Gonçalves, denunciou que as Prefeituras de Malta, Condado, São José de Espinharas, Várzea, Cacimba de Areia, Areia de Baraúnas e Olho D’água, ainda não concederam aumento salarial para os professores de acordo com a lei 11.738/2008 que trata do piso nacional da categoria.

 A Prefeitura de Malta, mandou projeto de lei para a Câmara, foi aprovado pelos vereadores, sancionado pelo prefeito, mas esqueceu de colocar nos contracheques e o sindicato teve que entrar com uma ação para garantir o cumprimento da lei.

Segundo o sindicalista, 14 prefeituras já concederam aumento salarial, algumas inferiores ao piso que serão acionadas na justiça, mas de toda maneira os profissionais do magistério saíram ganhando, que são: Patos (21%), Vista Serrana (26%) São Mamede(16%), São José do Sabugi (10%), Junco do Seridó (15,89%), Quixaba(15,89%), Passagem(10%) Salgadinho(16%), São José do Bonfim(15%), Mãe D’água(10%), Santa Teresinha(22%), Catingueira(15,89%) e Emas(10% titulação e 20% de docência).

Gonçalves afirmou que todos os gestores municipais que não concederam aumento salarial serão denunciados no Ministério Público Estadual, com a solicitação da prestação de contas do FUNDEB de janeiro de 2010 a março de 2011, acompanhada da relação dos profissionais, com seus respectivos salários, locais de trabalho, além da atual composição do FUNDEB nestes municípios. “Não tem sentido os professores ficarem sem aumento salarial, vendo os recursos que estão chegando, com aumento este ano de 21,71% no custo aluno ano e os gestores ainda terem a coragem de afirmarem que não tem condições de concederem o aumento salarial a categoria.” Disse Gonçalves.

O SINFEMP entrará ainda com ações contra dos prefeitos que estão se apropriando do desconto das mensalidades sindicais, caracterizando apropriação indébita, a exemplo de Malta, Condado, Catingueira, Olho D’água, que descontam nos contracheques, mas não repassam a entidade sindical. “É uma vergonha a ganância desses gestores por dinheiro, pois até o desconto dos servidores, R$ 5,45 por mês, em favor do sindicato, eles se apropriam indevidamente, causando prejuízos nos convênios médicos, odontológicos e laboratoriais oferecidos pela entidade aos associados e seus dependentes”. Desabafou Gonçalves.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

PRF registra mais um atropelamento em menos de 24 horas no mesmo local

João Pessoa, 08/04/2011 – A Polícia Rodoviária federal registrou às 15h23 desta sexta-feira (8), km 17,0 da BR-230, próximo ao Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, Antônio Marculino Monteiro, 54 anos, morreu vítima de atropelamento por um automóvel, Honda Civic, de placa, MNS-4493/PB.
Esse é o segundo acidente, atropelamento de pessoas, registrado em menos de 24 horas naquela localidade.
No final da tarde de ontem, às 17h40 da quinta-feira (7), a 300 metros do acontecimento de hoje, uma pessoa morreu também vítima de atropelamento por um veículo que evadiu-se do local, um Renault Clio, placa MOO-1206/PB.

Inspetor José Genésio Pereira Vieira
Núcleo de Comunicação Social - DPRF/PB
Contato- (83) 8852 2977 – 3533 4747

Blitz em Sousa apreende 12 motos irrregulares

O Comandante Zenias, responsável pelas blitz que estão sendo realizadas novamente na cidade de Sousa, relatou que as blitz irão se estender até o Fim do ano. Segundo ele, as blitz haviam sido interrompidas no período Carnavalesco, só que agora a operação vai continuar sem parar.

’É melhor que todos os condutores coloquem seus veículos em dia, para não serem abordados em situação irregular, e não passar vexames no trânsito. ’’ Relatou o Comandante Zenias.

Só na manhã desta sexta-feira (08), foram apreendidas 10 motos em situação irregular, e na última quarta-feira (06), 12 motos.

folhadosertão

Professores de Quixaba são qualificados no Pró-Letramento


A formação continuada dos professores de Quixaba ganhou mais uma importante ferramenta nesse processo de qualificação, o programa Pró-Letramento, desenvolvido pelo Ministério da Educação com universidades parceiras, estados e municípios, que se preocupam com o desenvolvimento da educação local. Nessa capacitação de 180h os professores das primeiras séries do ensino fundamental vão trabalhar a leitura, escrita e matemática.

Oficinas, seminários, avaliações fazem parte da didática desse curso que usa material impresso e vídeo. A formação docente terá importante reflexo diretamente na qualidade da educação oferecida no município, que vem ampliando os instrumentos de aprendizagem, não apenas de professores, mas do alunado. A inclusão digital, com a oferta de cursos básicos para a população é um bom exemplo, como também a oferta gratuita da internet em qualquer lugar da cidade, num processo de inclusão digital elogiado pela população.

O Pró-Letramento em Quixaba conta com a participação de 20 professores, dez por sala, além da presença de três professores da educação infantil. A coordenadora desse programa em Quixaba, Marineusa Gomes, explicou que ela e outra tutora, Silvaneide Pereira, participaram de uma capacitação em fevereiro deste ano em João Pessoa, com objetivo de conhecerem a didática do Pró-Letramento e assim poder repassar aos participantes do município. “É um curso de grande valia para a qualificação dos professores. Os maiores beneficiados são os alunos, que vão receber conhecimentos de maneira bem mais abrangente”, comentou Marineusa, coordenadora pedagógica. 

Em 2010 dois programas foram desenvolvidos com o alunado, o Acelera Brasil, pela Fundação Airton Senna, com aqueles que se encontravam fora de faixa de série e o Se Liga, destinado àqueles não alfabetizados. Já de 18 a 23 deste mês acontecerá no município a 1ª etapa da Provinha Brasil, para alunos do 2º ano (7 anos de idade). A segunda etapa será no final do ano letivo.

A Provinha avalia o nível de alfabetização das crianças matriculadas na rede de ensino e serve de parâmetros para os professores, que podem avaliar o desempenho de cada aluno durante o ano, suas habilidades de leitura.

Produção paraibana em discussão

A Secretaria do Turismo e Desenvolvimento Econômico da Paraíba (Setde) promove, nesta sexta-feira e sábado (8 e 9), uma série de reuniões com representantes do setor produtivo das cidades de Cajazeiras, Patos e Itaporanga. Os encontros, que serão realizados em parceria com o Sebrae-PB , reunirão empresários dos ramos têxtil, calçadista, da área de beleza e do comércio varejista que atuam na região.

De acordo com o titular da Setde, Renato Feliciano, o objetivo dos encontros é reunir os representantes do setor produtivo para ouvir suas demandas e promover um processo de interiorização do desenvolvimento econômico da Paraíba. Também participarão dos encontros o secretário executivo do Empreender Paraíba, Tárcio Handel Pessoa, e o superintendente do Sebrae-PB, Júlio Rafael.

A primeira reunião foi realizada em Cajazeiras, na manhã desta sexta-feira (8). Participam do evento representantes do arranjo produtivo têxtil e de confecção da região do município. Às 16h30, outra reunião será realizada no auditório do Sebrae, em Patos, com empresários do setores de couro e calçados, beleza e comércio varejista.

Já no sábado, às 9h30, integrantes do arranjo produtivo têxtil da região de Itaporanga participarão de reunião com os representantes da Setde e do Sebrae-PB, na Associação dos Municípios do Vale do Piancó.


Secom PB

Polícia aprende quase duas toneladas de explosivos em Cajazeiras

Na tarde desta quinta-feira (7), o Exército Brasileiro apreendeu quase duas toneladas de explosivos no Sítio Catolé, zona rural de Cajazeiras. Ao todo, foram apreendidos 1.775kg do material, além de 300 peças para detonação. Segundo o responsável pela fiscalização de explosivos, o capitão Augusto, a apreensão aconteceu por volta das 13h30 e o dono do material não apresentou nota fiscal de parte do produto.

Os explosivos foram apreendidos na residência de Eduardo José Gonçalves da Nóbrega. A Polícia Militar também esteve presente ao local, sob comendo do delegado Leonardo, para tomar as medidas cabíveis.

O material apreendido foi levado para a Delegacia de Polícia de Cajazeiras, onde Eduardo José prestou depoimento sobre o caso. De acordo com informações da Delegacia, Eduardo José foi autuado em flagrante e encaminhado para o presídio do município.


Paraíba 1

Gilvan comenta sobre "obsessão" de Maranhão pelo poder

O ex-deputado Gilvan Freire (PMDB) concedeu ntrevista ao Parlamentopb na qual comentava a possibilidade de José Maranhão (PMDB) ser o candidato a prefeito de João Pessoa em 2012. Naquela ocasião, ele diagnosticava o ex-governador como acometido pela "obsessão" pelo poder. Hoje, Gilvan remeteu ao site um artigo no qual fala do "feitiço" do peemedebista pelos cargos e influência deles decorrentes. O advogado também compara Zé a um "Matusalém jovem e saudável".


Maranhão: idade, feitiço e Poder.

Gilvan Freire


Zé Maranhão não morreu eleitoralmente. Na política, diferentemente da guerra, as pessoas morrem várias vezes, disse um sábio mineiro. Maranhão ainda não morreu todas.
O que mantém Maranhão vivo não  é a idade, é o Poder. A expectativa de vida, no Brasil, está chegando à casa dos 75 anos, mas todos sabem que ninguém será tão longevo quanto Matusalém, que não transmitiu seu controverso DNA (não há certeza que tenha vivido 400 anos) aos descendentes. Maranhão já passa dos 75. Essa idade é também controversa, mas nada prova que seja muito aquém.
Maranhão é um Matusalém jovem, saudável, que tomou por empréstimo o DNA de Miguel Arraes, que também lhe emprestou o apetite pelo Poder. Ou seja, o empréstimo de Pernambuco veio completo.
O Poder não é afrodisíaco – "que aumenta ou estimula o apetite sexual", como pregam os libidinosos. Se fosse, não teria o que aumentar nas pessoas mais idosas. O Poder é mesmo fascinante, mágico. É puro feitiço. É encantador. "Encanto", que é um atributo do Poder, significa ´transformar pessoa em outro ser por meio do feitiço´.
Quando fita o Poder, ainda que possa estar distante como os Andes, Maranhão se transforma. Fica enfeitiçado. Isso é mágica. É feitiçaria.
Agora, muito mal saído de uma derrota inexplicável até para os bruxos, Maranhão retoma o palanque. Aparece inteiro, quatro meses depois que tropeçou nas próprias pernas. É como se estivesse num spa tomando Red Bull e treinando paciência e boxe.
Foi Ricardo Coutinho que o chamou ao ringue, acusando seu governo de haver destroçado o Estado. A luta agora não é mais por votos, é por números, e Ricardo provou não ser bom de tabuada. Maranhão, que há ¾ de século faz conta "de cor e salteado", aproveita-se dos erros aritméticos do inimigo e embaralha as quatro operações.
Pode ser que ninguém tenha certeza alguma quanto aos números até agora discutidos, mas, pelo menos, Maranhão já demonstrou que os números de Ricardo não são verdadeiros.
Os números sempre fizeram parte do Poder. Maranhão pegou o cavalo que passava, pôs a sela, colocou os números na algibeira e partiu. Não para procurar o Poder em suas fazendas, mas para achá-lo no território onde possui domicílio eleitoral. No lugar onde mora. E Ricardo já o convenceu, não faz tempo, de que o improvável acontece.

Arquivo do blog