Compromisso com a verdade dos fatos

Bem-vindo ao blog Garimpando Palavras

sábado, 30 de abril de 2011

15 partidos ainda não prestaram constas à Justiça Eleitoral. Prazo é até segunda 2

Os partidos têm até a próxima segunda-feira (2) para prestar contas de 2010 à Justiça Eleitoral. Entretanto, 15 diretórios nacionais ainda não enviaram seus balanços contábeis ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ainda não forneceram as informações: PT, PSDB, DEM, PMDB, PSB, PMN, PV, PRTB, PSTU, PHC, PSDC, PCO, PSL, P-SOL, e PR.
 
As informações são relativas ao movimento financeiro de todo o ano e não apenas das campanhas eleitorais, cujas prestações foram apresentadas no final do ano passado. Até agora, os partidos que prestaram contas foram: PDT, PPS, PP, PCdoB, PTC, PSC, PRP, PT do B, PCB, PTN, PTB e PRB. Até o fim do dia, a lista pode ter novas atualizações.
 
Segundo a legislação eleitoral, caso os partidos não apresentem as contas no prazo, podem deixar de receber cotas do Fundo Partidário. O mesmo ocorre caso sejam detectadas irregularidades.
 
Nesses casos, a legenda pode ser punida pelo período de um a 12 meses ou por meio de desconto do valor apontado como irregular. Caso a Justiça detecte que a prestação de contas está incompleta, o relator responsável abre uma diligência para que a informação seja complementada.
 
Os balanços devem conter a discriminação detalhada das receitas e despesas da agremiação, assim como os valores e destinação dos recursos recebidos do Fundo Partidário, a origem e o valor das contribuições e doações. As despesas de caráter eleitoral devem conter a especificação e comprovação dos gastos com programas no rádio e televisão, comitês, propaganda, publicações, comícios e demais atividades de campanha.
 
Os diretórios regionais devem encaminhar as informações aos tribunais regionais eleitorais do respectivo estado, e os diretórios municipais aos juízes eleitorais.
 
A Agência Brasil retirou do ar a matéria “TSE ainda não recebeu prestação de contas de 10 partidos; prazo termina segunda”, publicada às 17h07, porque incluiu informação divulgada erroneamente pelo tribunal. Na matéria retirada, os partidos que entregaram a prestação de contas apareciam como sendo os que ainda não haviam prestado contas.
 
Agência Brasil

Discussões do orçamento apontam habitação, educação e saúde como prioridades

Na noite desta sexta-feira (29), o governador Ricardo Coutinho abriu a primeira audiência do Orçamento Democrático Estadual da 10ª Região Administrativa, polarizada pelo município de Sousa, no Alto Sertão do Estado, como um momento histórico para a Paraíba, onde o governo partilha poder com o povo. “Essa é uma ação para dar poder ao povo de forma continuada e não apenas no período da eleição”, frisou.  
 
A audiência contou com a presença de secretários de Estado, dos prefeitos de Sousa, Fábio Tayrone; de Aparecida, Deusimar Ferreira; de Vieirópolis, Marcos Pereira, de São Francisco; José Rofrantes, de Nazarezinho; de  José Vieira da Silva,  o prefeito de Picui, Buba Germano, e  dos deputados estaduais Lindolfo Pires, Gilma Germano, Janduy Carneiro e de centenas de pessoas de Sousa, Vieirópolis, Aparecida, Marizópolis, Santa Cruz, São Francisco, Lastro e São José da Lagoa Tapada.
 
O governador Ricardo Coutinho destacou que as prioridades elencadas na plenária batem com as pesquisas realizadas pelo governo, como a saúde, a habitação e a educação.  Ele destacou que o desafio do governo na saúde é organizar uma rede de assistência, de forma a desafogar os hospitais regionais e aumentar a capacidade de realização de cirurgias eletivas.  
 
Ele anunciou que o Governo está elaborando um plano que prevê a implantação de uma rede de hospitais de pequeno porte, que irão possibilitar a organização dos hospitais regionais. O governador aproveitou ainda para informar à população que o governo irá investir R$ 1 milhão na recuperação dos equipamentos do Hospital Regional de Sousa.  
 
Ricardo Coutinho lembrou que as ações do Orçamento Democrático não terminam nesta audiência em Sousa.  “Os conselheiros locais, regionais e estaduais serão eleitos na próxima plenária e no próximo ano a população poderá acompanhar o que avançou e não avançou. Estamos iniciando uma lógica em que o governo não tem medo de receber críticas. Mas construir soluções para as vidas das pessoas, comentou.
 
Reivindicação - A população do Alto Sertão, da 10ª Região Administrativa Estadual, polarizada pelo município de Sousa reivindicou mais ações nas áreas de saneamento básico, habitação popular, segurança, saúde e pavimentação de estradas. Os moradores expuseram as demandas da região, durante a primeira audiência popular do Orçamento Democrático Estadual, que contou com a presença do governador Ricardo Coutinho e de secretários de Estado.
 
Das 444 participações da audiência, escritas e faladas,  280 foram reivindicações ligadas à saúde e saneamento básico, 154 habitação, 143 educação e 100, relativas à estradas.  
 
O motoboy Osmando Matias, que reside no município de Sousa, gostaria que fosse colocado no Orçamento do Estado do próximo ano, recursos para ampliação da saúde pública. Sua reivindicação ao governo estadual, através do OD, é com relação a melhoria das condições de atendimento para a população usufruir do setor de saúde com mais atenção.
 
“Com esse benefício não somente a população de Sousa, mas pessoas de outros municípios polarizados poderiam também usar esse serviço com conforto – mais médicos, remédios e equipamentos – citou Osmando Matias.
 
Francineldo Silva, de Vieirópolis, secretário de Saúde, também falou sobre a necessidade de melhoria na saúde da região, que para ele, precisa haver investimentos no saneamento básico. “Somos muito carentes no que diz respeito a saúde e ao saneamento básico. Precisamos tirar o esgoto das nossas ruas  e pavimentar a estrada que liga Sousa a Vieiropólis”, afirmou.  
 
Democracia – O padre Djacy Brasileiro, do município de Santa Cruz, também participou da plenária popular e listou uma série de reivindicações, principalmente nas áreas de segurança e de pavimentação de estradas.  Segundo ele, o Sertão do Estado presencia um aumento no número de crimes na região, com problemas sérios de falta de policiais e de pouca estrutura para atuação da Polícia.
 
“É urgente a necessidade de recapeamento das rodovias do Sertão. É preciso que o Governo faça a pavimentação da estrada que liga São Francisco a Aparecida. Quero aproveitar para parabenizar a iniciativa do governador Ricardo Coutinho de ouvir o povo e dizer que “quem sabe faz a hora, não espera acontecer. Isso é democracia, minha gente””, comemorou.  
 
O vereador Luciano Caetano, de Santa Cruz, também falou sobre o problema do saneamento básico na região, que segundo ele reflete diretamente na saúde da população. Ele citou ainda a necessidade do reforço na segurança pública, principalmente porque o município faz fronteira com o Rio Grande do Norte
 
João Rabelo, de Aparecida, disse que alguns moradores se reuniram previamente para levar as demandas à audiência. Para ele, além da saúde, é preciso que o Governo também se atenha para obras de recursos hídricos e também na preservação do meio ambiente, com a construção do Aterro sanitário
 
Segurança – A professora Vera Lúcia Holanda pede para que se inclua no Orçamento Democrático mais recursos para aparelhar a segurança pública estadual. “Aqui em Sousa falta policias, viaturas e equipamentos de segurança. Esta área teve uma melhora considerável depois que o governador Ricardo Coutinho assumiu a administração estadual. Nesses quatro meses houve uma melhora considerável”, afirmou Vera Holanda.
 
Manoel Fernandes, da comunidade cigana Vicente Vital de Negreiros, usou o microfone para pedir mais ações na área de saúde, com a construção de um hospital de Trauma no município, e também de saneamento básico para acabar com o esgoto a céu aberto na localidade.  
 
José Perisse, representante de uma ONG, aproveitou para elogiar o gesto do Governo e do governador de ir onde o povo está para ouvi-lo e colocar a opinião da população como norteadora do orçamento estadual. “A democracia ainda não passou por aqui (no Sertão). Aqui quem reivindica, é perseguido. Parabenizo a ação do Governo de vir ouvir a população, esse é um passo fundamental para a democracia. Diálogo é o primeiro passo para que o recurso que vem para o pobre, chegue realmente ao pobre”, comentou.  

Secom-PB

Desterro possui 92 casas de taipa

Adriano Costa, secretário de saúde
MarcosEugênio

Uma das principais lutas da administração Dilson de Almeida é erradicar as casas de taipa, eliminado assim um dos principais ambientes para o barbeiro, inseto transmissor da Doença de Chagas. Hoje ainda existem 92 moradias de pau-a-pique. Ano passado, com recursos federais e estaduais foram erguidas 30 casas de alvenaria. Em breve mais 39 serão entregues à população.
A Prefeitura tenta oferecer dignidade aos moradores minimizando diversos problemas comuns a um município pobre, sem economia sólida e que depende praticamente das receitas de FPM. Na infraestrutura, de 2005 a 2008, foram pavimentas 26 ruas. Há um projeto, tramitando no Ministério das Cidades, para asfaltar 18 ruas que receberam paralelepípedos.
“As dificuldades sempre vão existir para os pequenos municípios brasileiros, especialmente os nordestinos, que dependem exclusivamente de recursos federais, estaduais. Mas temos o compromisso com a população de atender, dentro das condições do município, suas reivindicações, dando melhor qualidade de vida. Um exemplo é a saúde, quando damos muito apoio a atenção básica. Diversos programas que ajudam na prevenção de doenças, no sofrimento das pessoas, foram implantados”, comentou Dilson.
A Secretaria de Saúde de Desterro tem, através de seu titular Adriano Costa, participado assiduamente de todas as discussões em torno de um projeto de saúde pública que promova a acessibilidade da população sertaneja aos serviços de baixa, média e alta complexidade. A pactuação é algo defendido, como também o sistema de cooperativas que tornem esse ideal possível. “Naqueles serviços que não dispomos de estrutura para oferecer temos que buscá-los, através da pactuação, para que nossos habitantes possam ser assistidos dentro de suas necessidades”, enfatizou Adriano.

Vacina contra gripe deve imunizar 1.000 pessoas em São José de Espinharas


Marcos Eugênio

A campanha nacional de vacinação contra gripe, iniciada no último dia 25, com término previsto para 13 de maio, em São José de Espinharas tem meta de imunizar mil pessoas, segundo informações repassadas pela coordenadora da Atenção Básica, Keyla Lacerda Brandão. A vacina, que previne contra duas sorologias de gripe, além de uma terceira, a H1N1, já vem sendo aplicada em toda a zona rural, nas duas unidades de saúde e nas seis âncoras.
Hoje, sábado, Dia D da campanha a unidade de saúde Santina Caroca ofereceu um café da manhã, uma forma de atrair ainda mais a presença dos públicos alvos desse trabalho de imunização. Outra estratégia adotada pela Secretaria Municipal de Saúde, na zona rural, foi ofecerer a classificação sanguínea. Segundo Keyla, muita gente desconhece à importância de conhecer seu tipo sanguíneo num momento de necessidade, a exemplo de cirurgia, quando se precisa de transfusão de sangue, perdendo tempo enquanto espera o resultado da classificação.
Conferência de saúde
Até o final de maio o município deve realizar sua conferência municipal de saúde, momento importante para que a saúde seja discutida, problemas sejam expostos e propostas apresentadas visando melhorias do acesso da população aos serviços do SUS. O prefeito Ricardo Wanderley já assinou o edital para chamamento da sociedade local.
Dengue
A dengue tem sido motivo de preocupação em São José de Espinharas. O índice de infestação predial, segundo o último boletim, foi de 7,5%, número bastante elevado e que requer atitudes do município. Na próxima semana um trabalho epidemiológico em todos os domicílios. A varredura busca localizar e destruir os focos do Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença. Só para se ter idéia da gravidade do número, o Ministério Preconiza que a infestação ele esteja abaixo de 1%.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Chá Cultural oferece atrações para patoenses


A FUNES – Fundação Ernani Sátyro fez a abertura de mais um projeto de incentivo à cultura local. Trata-se do projeto Chá Cultural, que teve sua primeira edição nesta sexta-feira, às 17h30. Ativistas culturais e população em geral têm a oportunidade de vivencias essa iniciativa, que consta de apresentações de dança, música, artes cênicas, plásticas, fotografia, literatura, enfim aberto às mais diversas manifestações do público patoense.(Marcos Eugênio)

Jorge e Mateus serão a atração principal do São João de Patos


A Prefeitura de Patos anunciou na noite desta sexta-feira 29 a programação do São João 2011. Apesar da chuva que cai desde o início da noite, muita gente compareceu, ansiosa, para conhecer as bandas que vão abrilhantar as oito noites de festa de um dos melhores eventos juninos do país, que promete, mais uma vez, atrair turistas de todos os estados brasileiros. 

O prefeito Nabor Wanderley falou da escolha da atração principal, a dupla sertaneja Jorge e Mateus, escolhida em enquete, recebendo mais de 28 mil votos de um total de pouco mais de 60 mil acessos ao site da Prefeitura para essa opção. “Foi uma escolha democrática a maioria decidiu e conseguimos espaço na agenda de Jorge e Mateus para viesse para nossa festa mais uma vez”, comentou Nabor.

O deputado federal Hugo Motta também marcou presença ao evento ocorrido no Coreto II ao lado do Terreiro do Forró, local da festa junina. Hugo falou da luta dele no Ministério do Turismo para conseguir recursos destinados ao incremento desse evento, que tornou Patos conhecido nacionalmente pela tranquilidade e qualidade que oferece aos forrozeiros. 

O São João de Patos acontecerá de 21 a 28 de junho. Confira a programação:

Dia 21 – terça-feira
Pinto do Acordeon
Flor da Pele
Gê Maria
Cavaleiros do Forró
Saia Rodada
Dia 22 – quarta-feira
Forromania
Zé Nilton
Deixe de Brincadeira
Banda Encantus
Garota Safada
Dia 23 – quinta-feira
Valeu Boi
Chinelo Dela
Forró da Xêta
Nando Cordel
Gatinha Manhosa
Dia 24 – sexta-fera
Jogo de Cintura
Balanço de Mulher
Matéia do Forró
Bom Só Só
Forró Sacode
Solteirões do Forró
Dia 25 – sábado
Forrozão S.A
Forró da Lamparina
Espora de Ouro
Cavalo de Pau
Léo Magalhães
Dia 26 – domingo
Mexe Ville
Forró da Pegação
Telengo Tengo
Geraldinho Lins
Cheiro de Menina
Dia 27 – segunda-feira
Markito do Forró
Badauê
Forró da Canxa
Eliane
Aviões do Forró
Dia 28 – terça-feira
TadudoBom
Lúcia do Acordeon
Forró na Tora
Santana
Jorge e Mateus




Cultura Inglesa realiza atividades enfocando tradição da monarquia britânica

Durante toda a semana que antecedeu o casamento Real do Príncipe William e Kate Middleton a Cultura Inglesa realizou diversas atividades com suas turmas a respeito do tema, com atividades de vídeo, leitura, desenho e pintura, com principal objetivo de ensinar aos alunos um pouco mais da cultura britânica a respeito da sua monarquia. Para fechar com chave de ouro, a Cultura Inglesa preparou um bolo de casamento e festejou o casamento real com os seus alunos na tarde dessa sexta feira dia 29/04, sem faltar a simbólica cerimônia, tudo em clima de alegria e confraternização.

Dia do Trabalho de vasta programação no SESI de Patos


O Dia do Trabalho será comemorado na cidade de Patos com muitas atividades no Serviço Social da Indústria (Sesi). Através de parceria com o Sindicato do Comércio, as dependências do Sesi irá receber muitos trabalhadores e familiares neste domingo. Manhã de sol com a banda de forró Bom Só Só, banho de piscina, jogos de futsal, aulas de hidroginástica e distribuição de brindes com os participantes. 

A entrada é gratuita, bastando apenas apresentação da carteira do Sesi, ou do trabalho, ou ainda do Sintracs. Segundo Efigênia Cristina Policarpo Furtado, do Sesi, o evento terá início às 9h. Será um dia também em que será inaugurada a reforma do parque aquático. “O 1º de maio é um dia de merecidas homenagens a todos os trabalhadores. O Sesi, em parceria com o Sintracs estão oferecendo um dia de lazer com muitas atividades e convida a todos para se fazerem presentes”, enfatizou Efigênia. (Marcos Eugênio)

Usuários da Funad aprendem técnicas de circo para participar da XIV Mostra de Arte

A Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad) já está se preparando para a sua XIV Mostra de Arte, que acontece em novembro, com a realização da Oficina de Técnicas de Circo para os 60 artistas/usuários que participarão do evento. As aulas são ministradas na área interna da Funad por Emanuelle Madruga, Judson Magnus e Arlinton Nascimento, que são professores de educação física e especialistas em técnica de circo, condicionamento físico e montagem de coreografia.
 
Os usuários participam das aulas duas vezes por semana. Nas terças-feiras (das 13h às 15h) – com montagem de coreografias usando elementos da ginástica artística e de solo – e nas sextas-feiras (das 8 às 11h) – com técnicas aéreas de circo (tecido e lira) e de solo (malabares, acrobacias e equilíbrio). A coordenação é do Núcleo de Vivência em Arte da Fundação (NVA).

Mostra de Arte – O tema do espetáculo da XIV Mostra de Arte da Funad será “Saltimbancando”, numa adaptação da autora Helena Madruga, com direção de Luiza Barsi, Helena Madruga e Juliano Lima, inspirado no Saltimbanco do Cirque du Soleil, dos Saltimbancos dos Trapalhões e dos Saltimbancos de Chico Buarque. O enredo tomou por base o conto ‘Os Músicos de Bremen’, dos irmãos Grimm.

Ascom

Arquivo do blog