Compromisso com a verdade dos fatos

Bem-vindo ao blog Garimpando Palavras

sábado, 12 de maio de 2012

Morre mãe do prefeito de Quixaba


Faleceu em João Pessoa no início desta noite (sábado 12) Marta Medeiros Batista, 92 anos, mãe do prefeito de Quixaba-PB, Júlio Cesar.

Dona Marta, que sofria de Mal de Alzheimer, doença degenerativa e recentemente havia contraído uma virose. Ela vinha recebendo atendimento médico em casa, inclusive com fisioterapia respiratória. O problema se agravou, provavelmente com uma pneumonia e ela não resistiu e foi a óbito.

Seu corpo será velado na cidade de Santa Luzia, onde será sepultada neste domingo à tarde, Dia das Mães. Dona Marta foi casada com José Francisco de Medeiros, mais conhecido por Zeca Benedito, com quem teve onze filhos, dois já falecidos.

MÃE


IARA DA SILVA MACHADO (psicóloga)

Não nasci ainda; aprovisionem-me com água que me embale, ervas que brotem para mim, árvores que conversem comigo, céu que cante para mim, pássaros e uma luz branca no fundo da minha mente para me guiar.
Louis MacNeice, Prayer Before Birth

Na Grécia antiga Deméter era a Deusa Mãe proeminente e tinha a função especializada de presidir sobre todas as formas de reprodução e renovação da vida, especialmente da vida vegetal. Figura complexa e bem elaborada, historicamente ela se situa entre os antigos cultos neolíticos da Grande Mãe – que floresceram na Suméria, na Ásia Menor, no Egito e na ilha de Creta entre aproximadamente 4000 e 1000 a.C – e a era cristã no Ocidente, preservando muitas das características desses cultos anteriores; ela é a deusa da fecundidade, da fertilidade e da regeneração; possui uma identidade mística com sua irmã sombria do mundo avernal, a Rainha dos Mortos; dá a luz um Filho Divino, que permanece como seu jovem consorte em vez de transformar-se em marido ou em alguém de igual maturidade.

O símbolo principal de Deméter era o feixe de trigo e em seus mistérios em Elêusis, uma única espiga de milho. Os simbolismos da flor, do fruto e da semente, que a transforma, verdadeiramente em Nossa Senhora das Plantas. Seu animal sagrado terrestre era o porco, que costumava ser um sacrifício de fertilidade em todo o mundo por causa de seus múltiplos úteros; seu animal sagrado marinho era o golfinho.

O santuário de Deméter em Elêusis, onde seus mistérios eram celebrados, permaneceu ativo durante quase dois mil anos.

Deméter era a Grande Mãe e o mundo inteiro era a sua Criança. O evento essencial nas religiões agrárias era o Matrimônio Sagrado, no qual a sacerdotisa periodicamente entrava em comunhão com o reino dos espíritos no interior da terra para renovar o ano agrícola e a vida civilizada que florescia sobre a terra. Seu consorte era um espírito vegetativo, ao mesmo tempo o seu filho que brotara da terra e o parceiro que iria raptá-la para outro reino, um reino que seria fecundado quando ele, ao morrer, a possuísse. A solução final para a perda de Deméter era tornar sadio o universo no qual a morte se introduzira admitindo-se também a possibilidade de um retorno à vida. O renascimento após a morte era o segredo de Elêusis. No Hades, Perséfone, como a própria terra, toma uma semente em seu corpo e desse modo retorna eternamente a sua extática mãe com o seu novo filho – apenas para morrer eternamente em seu abraço fecundante.

chamabranca.multiply.com
Quando falamos de Deméter conforme era imaginada pelos gregos, deveríamos na realidade falar de duas deusas, não uma. O cerne do mito e do culto a Deméter, era o fato de ela ter perdido sua filha adorada, Coré (significando “donzela” em grego), pranteada por ela, e por fim, reunindo-se novamente a ela. Todas as imagens e pinturas em vasos que chegaram até nossos dias mostram duas mulheres maduras: Deméter e Coré juntas, segurando feixes ou espigas de trigo, flores ou archotes. A intimidade entre mãe e filha ressalta o caráter profundamente feminino dessa religião e constelação mitológica.

Embora Deméter não seja em rigor uma Mãe Terra, pois este título pertence a sua avó, Gaia ou Ge, cujo nome significa “terra”, o seu mito e culto dizem respeito ao que acontece em cima e embaixo da terra. Ela e a filha simbolizam os ciclos dinâmicos da natureza que ocorrem no interior do corpo da terra e, em decorrência do princípio místico de correspondência, também no interior do corpo de toda mulher. (Woolger, Jennifer; Woolger, Roger J. - A Deusa Interior, 2007).

Fazer uma alusão ao mito grego de Deméter é uma forma de perceber como na sociedade pós moderna a relação mãe e filho(a) em níveis saudáveis de manifestação reflete essa cumplicidade amorosa e a intimidade do reconhecimento do divino apresentado a mulher através da face do exercício da maternidade.

Parabenizo a todas as MÃES que foram, que são, que virão a Ser.
Em especial AGRADEÇO a minha mãe Eliete que teve a coragem moral e afetiva de disponibilizar seu ventre oito vezes para gerar crianças e co-criar com DEUS!

Semana Brasileira de enfermagem

Ankilma do Nascimento Andrade* 

A exemplo dos anos anteriores, acontecerá em todo o país, de 12 a 20 de maio, numa promoção da Associação Brasileira de Enfermagem/ABEN, por meio de suas seções nacional e regionais, a 73ª Semana Brasileira de Enfermagem/SBEN que, neste ano, terá como tema central “Associação Brasileira de Enfermagem: 85 anos de compromisso social, participação e luta”.

Como pode ser visto, o assunto é justo e pertinente, uma vez tratar-se de uma homenagem a uma entidade de classe que existe há quase um século. É sem dúvida uma atitude respeitosa e meritória aos que fizeram, fazem e farão a ABEN. É uma consagração de grandeza que as categorias de Enfermagem prestarão a essa entidade que, mesmo enfrentando algumas vezes sérias dificuldades, deu exemplo de fortaleza e de superação, pois resistiu permanecendo viva e promovendo grandes feitos em favor da Enfermagem e do Povo brasileiro.

Aliás, tudo nessa vida tem um significado, sendo para isso somente necessário que procuremos enxergar. Posto em 1927, na iniciação das atividades da ABEN, certamente o tema da campanha deste ano talvez não tivesse muita relevância. Era o começo de uma associação que buscava espaço para construção da história de uma profissão que se desafiava a avançar e evoluir no seu conceito no âmbito científico, social, cultural e econômico – e especificamente no mercado de trabalho e na academia.

Já agora, em 2012, com certeza, falar dos compromissos sociais, das participações e das lutas da ABEN reveste-se de outros significados. Daí porque aplaudimos a equipe que inteligentemente escolheu para debates os eixos temáticos “Origem da ABEn e o protagonismo na criação de outras  organizações da Enfermagem; Políticas para o desenvolvimento da Educação, Assistência e Ciência de Enfermagem; e  Retrospectiva e perspectivas de articulação com os movimentos sociais”. Um debate que, bem conduzido, proporcionará saudáveis reflexões para os trabalhadores e estudantes de Enfermagem tanto no campo da história e da ética, quanto no das políticas sociais e da docência assistencial.

 Conclusão: são 85 anos de uma instituição cujo repertório histórico abrange, além de enfrentamentos e lutas políticas em defesa da Enfermagem nacional, outros fatos como, a publicação da octogenária Revista Brasileira de Enfermagem, os 73 anos da Comissão de Educação, os 65 anos do Congresso Brasileiro de Enfermagem e os 40 anos do Centro de Ensino e Pesquisa da Enfermagem. Portanto, vale a pena investir nesse evento, pois são poucas as associações brasileiras que fazem Bodas de girassol.

*Ankilma ado Nascimento Andrade - Auditora em Saúde. Mestra em Enfermagem. 
 

Ibama apreende aves no Sertão

Cerca de 120 animais que estavam em situação irregular foram apreendidos por fiscais do da Superintendência do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) durante operações que vêm acontecendo desde o último 10 em várias cidades do Sertão.  O trabalho, segundo explicou o chefe de fiscalização do Ibama, Jaime Pereira,  tem o objetivo de coibir a caça de aves migratórias. 

Ele explicou que durante as operações não havia espécies em extinção, mas algumas são silvestres e estão em passagem pela Paraíba, como a ave arribaçã, cuja captura é proibida.

As fiscalizações aconteceram nas cidades de Brejo do Cruz, São Bento, São João do Rio do Peixe, Cajazeiras, Sousa e Tavares. Segundo Jaime, a operação ainda não foi finalizada e as equipes do órgão continuam monitorando áreas onde há suspeita de caça.

As aves apreendidas estão sendo encaminhadas neste sábado (12) do escritório do Ibama no município de Sousa, no Sertão, para o Centro de Triagem de Animais Silvestres em Cabedelo, no Litoral paraibano. A expectativa é de que os animais vivam um período de adaptação e possam ser devolvidas à natureza.

Segundo Jaime Pereira, as pessoas que foram flagradas caçando os animais foram autuadas e deverão pagar multa, cujo valor depende da espécie e da quantidade de animais que estavam na posse do suspeito. Após a apreensão, o suspeito pode responder a processo administrativo.

O Ibama também encaminha uma portaria comunicando o caso ao Ministério Público Estadual, que solicita à Polícia Civil a abertura de um inquérito para que o responsável pela caça e captura responda criminalmente.
paraiba.com.br

As Estratégias dos Vencedores é aberto em Patos

Marcos Eugênio

O seminário de marketing político “As Estratégias dos Vencedores”, realização do políticas&negócios, foi aberto na noite desta sexta-feira no Forum Miguel Sátyro, com a palestra “O Novo Cenário Político Brasileiro”, ministrada pelo professor de Administração, de Estratégias Públicas, dentre outros cursos, Rossandro Klingey.

Ele falou sobre a nova conjuntura social, política, econômica e cultural. Enalteceu a importância dos candidatos se preparem para as novas tendências e exigências num mundo cada vez mais de culturas entrelaçadas. O perfil do político vencedor e o espírito de liderança, como utilizar as redes sociais, dentre outros foram explanados.

Hoje, pela manhã, será a vez de Luiz Clementino Vivácqua, Ph.D em Administração, falar sobre “Inteligência Competitiva Através de Pesquisas Qualitativas e Quantitativas. Dentre os tópicos a ser expostos estão: O que é inteligência competitiva, o que é necessário um candidato saber para se candidatar; técnicas de pesquisa e apresentação de casos.

No período da tarde “O Caminho para a Eleição”, será apresentada por Emerson Saraiva, jornalista e diretor de Arte e Mídia. Ele vai discutir as estratégias e táticas de campanha; imagem pessoal; como atrair a atenção da mídia; marketing eleitoral; seleção e treinamento de equipe de campanha, dentre outros de interesse do público presente, formado basicamente de candidatos.

Muita emoção marca Dia das Mães do Gente Inocente

 
 
 
 
 
 
 

O Colégio Gente Inocente realizou na noite desta sexta-feira 11 a festa do Dia das Mães, celebração ocorrida no ginásio de esportes O Rivaldão. Um grande público de mamães praticamente lotou o ginásio para assistir apresentações de seus filhos.

Várias turmas subiram ao palco para prestar sua homenagem, retribuir um pouco do amor recebido desde a concepção. Houve música, dança, sorteio de brindes, lanche e sessão de fotos para marcar o momento. No comando da festa a diretora Francinete e toda sua equipe de trabalho, que se dedicaram ao máximo para o sucesso de mais um encontro de homenagens às mães.

Arquivo do blog