Compromisso com a verdade dos fatos

Bem-vindo ao blog Garimpando Palavras

sábado, 16 de junho de 2012

Tom Oliveira na abertura do São João de Santa Luzia

Cidade pronta festa - Foto:Ascom
Marcos Eugênio

A mais antiga e tradicional festa junina da Paraíba, o São João de Santa Luzia, que chega aos 70 anos, será aberta nesta quarta-feira 20. A cidade, cortada pela BR 230, já respira forró. A ornamentação colocada nas ruas pela Prefeitura, lojas decoradas com o tema junino é o primeiro sinal que não faltará empolgação dos habitantes e forrozeiros que normalmente invadem a cidade em busca de muita diversão. 

Na abertura Tom Oliveira, cantor e compósitos, que desde os 14 anos dá sua contribuição para a música brasileira, trará para o Parque do Forró grandes sucessos de sua carreira artística, como Locadora de Mulher, As três coisas da vida, O Biriteiro, dentre outras com tom de humor que sempre agrada ao público.

Ainda na quarta-feira cantam Luiz Bento e Forrozão Aruanda e Espora de Ouro. O público terá a oportunidade de assistir ao mais novo espetáculo da quadrilha estilizada “Arraiá da Luzia”. Apesar de muitos municípios cancelarem suas festas juninas devido a forte estiagem que castiga o Sertão, o prefeito de Santa Luzia, Ademir Morais, explicou que o evento junino acontecerá sem qualquer prejuízo de abastecimento, até porque vivem na zona rural apenas 8% da população. “Este ano não receberemos dinheiros federal para o evento. Diminuimos de oito para cinco dias nosso São João e tivemos que retirar da programação Gatinha Manhosa, Capilé e Cavalo de Pau, gerando uma economia de R$ 120 mil. Estimamos a vinda de 20 mil pessoas para festejar nosso São João”, explicou Ademir.

Nos cinco dias de festa cerca de 30 atrações vão fazer alegria dos forrozeiros. Uma das novidades este ano será a internet sem fio, gratuita, na área do evento.

Patos contra a poliomielite; a meta é vacina mais de 7 crianças


Foto:Marcos Eugênio
Mais de trezentos servidores da saúde estão mobilizados na campanha de vacinação contra a poliomielite neste sábado (16), nas 36 Unidades de Saúde e postos volantes na cidade de Patos, informou a coordenadora de imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Socorro Guedes. 

A campanha vai durar até o dia 6 de julho. Segundo Socorro Guedes (foto), a meta em Patos é 7.848 crianças menores do que cinco anos de idade, inclusive aquelas que já receberam a vacina antes. Nesta sexta-feira, dia 15, receberam as dozes da vacinas crianças das creches, Igor Mota (foto), Inácio Fernandes, Glauce Burity, Creche CAIC e Manoel Quinídio.

A campanha deste primeiro semestre vai oferecer 23 milhões de doses da vacina oral, as chamadas gotinhas. O objetivo do Ministério é imunizar 95% do público-alvo, que é composto por 14,1 milhões de crianças com idades até quatro anos, onze meses e 29 dias. Todas devem tomar as duas gotinhas, mesmo as que estiverem com tosse, gripe, coriza, rinite ou diarreia. 

No caso de crianças com alguma doença grave, com quadro de febres acima de 38º Celsius ou de alguma infecção, recomenda-se que um médico seja consultado antes. Ao todo, 115 mil postos de saúde, além de unidades móveis espalhadas por shoppings, rodoviárias e escolas em todo o país, vão oferecer a vacina.

Airton Alves

Autoestima - uma leitura saudável apra começar bem o seu dia!

Bolinha: Palhaço que ri e chora
Inácio A. Torres
coisasdecajazeiras.blogspot.com
Vivíamos os anos noventas, quando Conhecemos José Nilson da Silva, o Bolinha. Por essa época, ele trabalhava na Loja de peças para automóveis e oficina mecânica de S. Gilberto Brandão (em memória), localizada na praça Coronel Matos, no centro de Cajazeiras.

Vindo do Ceará, Bolinha pretendia ser mecânico. Tornara-se aprendiz, e com muita firmeza e vontade, acrescida do apoio de Francisco Brandão, Gilbertinho (em memória), recebeu o acolhimento de S. Gilberto e dos colegas de trabalho dentre esses Edilson, Pedro, Chico e outros.

Como tinha pouco conhecimento da arte, suas atribuições restringiam-se a fazer cafezinho para a turma da loja e da oficina, varrer o salão, limpar as ferramentas e controlar pedido de peças para reposição.

Depois de certo tempo - e desconhecemos as razões -, Bolinha tomou novos caminhos, vindo depois por convicção a exercer a função de palhaço de rua. Tornou-se uma pessoa pública, muito querida e admirada em Cajazeiras e na região. Hoje soubemos de seu falecimento.

portalsertaoemfoco.com.br
Resta-nos a conformação e a lembrança de um Bolinha que resistiu a tantas incompreensões nos palcos existenciais e que superou injustiças e sofrimentos nas peças que o teatro da vida lhe reservou. Para você Bolinha, que a exemplo de tantos palhaços pelo Brasil afora, disseminou alegrias mesmo tenda a alma recheada de angústias, transcrevemos abaixo numa exaltação ao seu trabalho essa poesia de Lourival Batista, intitulada “Palhaço que ri e chora”.
 
“Pinta o rosto, arruma palma
Dentre os néscios e os sábios;
O riso aflora-lhe aos lábios,
A dor tortura-lhe a alma;
Suporta, com toda calma,
Desgostos a qualquer hora…
Quando quer bem, vai embora;
Vive num eterno drama:
Pensa, sonha, sofre e ama,
Palhaço que ri e chora.

Se ama alguém com desvelo,
Deixá-lo é martírio enorme;
Se vai deitar-se não dorme;
Se dorme, tem pesadelo,
Sentindo um bloco de gelo
Que o esfria dentro e fora.
Desperta, medita e cora,
Sente a fortuna distante,
Julga-se um judeu errante,
Palhaço que ri e chora.

Pelo destino grosseiro,
A vida jamais o agrada;
Se sente a alma picada,
Tem que ir ao picadeiro.
Não pode ser altaneiro,
Não tem repouso uma hora…
Chagas dentro, rosas flora,
Guarda espinhos, mostra flor!
Misto de alegria e dor,
Palhaço que ri e chora.

Palhaço, tem paciência,
Que da planície ao pináculo,
Este mundo é um espetáculo,
Todos nós, a assistência.
À falta de inteligência,
Gargalhamos qualquer hora…
Choramos sem ter demora,
Sem ânimo, coragem e fé,
Porque todo mundo é
Palhaço que ri e chora

Diocese realiza São João da Juventude em Patos

A diocese de Patos realizará o 1º São João da Juventude neste sábado, 16 de junho no Largo Dom Gerardo, ao lado da Igreja de Nossa Senhora da Guia em Patos. O evento acontecerá a partir das 20h30, logo após a missa celebrada na Catedral.

O evento está sendo promovido pelo Setor de Juventude da Diocese, que tem como coordenador o Pe. Evandro Romero, pároco da paróquia de São Pedro em Patos. A expectativa dos organizadores é que o evento atraia uma grande quantidade de fiéis para louvar e se confraternizar neste evento católico pioneiro em Patos.

Para Pe. Evandro, a experiência de trabalhar com o público jovem tem sido um desafio saudável no tocante ao resgate dos valores da Igreja, o compromisso do jovem para com sua família e também, na forma de evangelizar os adolescentes, promovendo alegria e confraternização entre eles. “O primeiro São João da Juventude foi pensando de forma a valorizar a nossa cultura, através do tradicional Forró da região e ao mesmo tempo trazer para esse público, momentos de reflexão sobre o valor da Igreja perante tantas coisas negativas que observamos em promoções de festas com álcool, drogas e prostituição” falou Pe. Evandro.

O Setor de Juventude espera repetir o sucesso da celebração do Bote Fé em Patos, trazendo vários grupos de todas as paróquias que compõem a diocese para se confraternizarem ao som do autentico forró Pé-de-Serra do cantor Teinha. O evento com entrada franca ainda terá a realização de quadrilha improvisada e quermesse. 

A diocese convida os jovens e todas as famílias para participar deste momento festivo para a comunidade católica de Patos e região.



Glauber Alves – Pascom diocesana

sexta-feira, 15 de junho de 2012

São José de Espinharas é pré-selecionado para projeto de Cidades Digitais

Foto:Glauber Alves

O Ministério das Comunicações divulgou a lista dos municípios habilitados para a concorrência no projeto-piloto para implantação de Cidades Digitais. 
Das 263 cidades que enviaram propostas, 192 foram escolhidos e participarão da segunda etapa do processo de seleção.A região Nordeste, com 105 cidades habilitadas, foi a que mais enviou projetos. 
São José de Espinharas está na lista dos municípios pré-selecionados pelo Governo Federal, apresentando através da gestão municipal projeto que visa contemplar as principais ruas do município com acesso livre a internet para a população de acordo com o serviço ofertado pelo programa do governo, que prevê também a informatização de todos os equipamentos públicos e fornecimento de quatro aplicativos para as áreas de saúde, educação, finanças e tributária.

A parceria entre Ministério das Comunicações e o município já existe desde 2008 através do Gesac, Programa Federal responsável pelo fornecimento de sinal de internet ao Programa Telecentro Comunitário. Para o atual coordenador do Programa de Inclusão Digital do município, o designer gráfico Glauber Alves, este projeto das Cidades Digitais seria de grande importância para o processo de expansão de novas tecnologias para a população espinharense. “É preciso cada vez mais buscar melhorias nesse segmento de inclusão digital, a exemplo do ex-coordenador, Cláudio Barreto Filho, que firmou parceria com Gesac para o fornecimento de internet para unidades de ensino do município. Estamos tentando, enquanto gestão, ampliar a rede de comunicação entre população e o mundo virtual através do fornecimento de internet gratuita”, comentou Glauber Alves.

Os critérios de preferência, segundo o edital para implantação de Cidades Digitais são municípios com até 50 mil habitantes; cidades das regiões Norte e Nordeste, municípios com menor Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) e com menor densidade domiciliar de acesso à banda larga. Outros quesitos para classificação será a indicação de equipe de servidores públicos permanente para o treinamento e gerenciamento do projeto.


Ascom com informações da Agência Minicom

Vereador solicita equiparação dos valores dos plantões médicos e ampliação de UTI


O vereador Raniere Ramalho(PMDB) solicitou ao governador Ricardo Coutinho e ao Secretário de Saúde do Estado, Waldson de Souza, através de requerimento de nº 223/2012 apresentado na sessão ordinária desta quinta-feira(14) a equiparação dos valores dos plantões médicos do Hospital Regional de Patos Dep. Janduy Carneiro com os de Campina Grande e João Pessoa.

“A distorção de valores pagos pelo estado aos médicos do Hospital Regional de Patos em comparação aos de Campina Grande e João Pessoa, no tocante aos plantões, vem provocando sérios atritos devido o descontentamento da categoria que se sente injustiçada pelo tratamento diferenciado, mesmo que estes desenvolvam as mesmas funções, a mesma prática, a mesma carga horária daqueles”, justificou o vereador.

Ainda segundo Raniere Ramalho esse conflito emprego/empregador, traz conseqüências diretas para a população usuária do sistema único de saúde prejudicada com a queda na qualidade do atendimento, algo bastante visível e que vem sendo alvo de criticas nos meios de comunicação.

Outro requerimento, o de 224/2012 também de autoria do vereador Raniere Ramalho apresentado na mesma sessão foi o que solicita ao governador Ricardo Coutinho e ao Secretário de Saúde do Estado, Waldson de Souza a ampliação da UTI do Hospital Regional de Patos Dep. Janduhy Carneiro.

“O Hospital Regional de Patos é a maior referência em saúde pública do Sertão paraibano, recebendo pacientes inclusive de outros Estados como Pernambuco e Rio Grande do Norte, assistindo a mais de 50 municípios”, justificou o parlamentar.

Ainda de acordo com Raniere apesar de importantes melhorias ocorridas nos últimos anos, a exemplo da ampliação no número de leitos, implantação da classificação de risco, um setor precisa de urgente ampliação, a UTI, hoje disponibiliza apenas de seis leitos, insuficiente para atender a demanda de toda a regional. Muitas vezes os médicos são obrigados a viver o dilema de escolher qual paciente ficará na UTI. Outras vezes têm que recorrer a outros centros como Campina Grande e João Pessoa.

Assessoria

Congresso carismático começa hoje em Patos


Foto:Divulgação
Para aprofundar o pastoreio em todas as instâncias do movimento e refletir a respeito da identidade e missão da RCC, a Renovação Carismática Católica promove neste final de semana o Congresso Diocesano da RCC Patos e Cajazeiras. O evento terá início, às 19h30, com a missa de abertura do congresso  celebrada pelo padre Flávio Mamede, diretor espiritual da RCC Patos.

Segundo a coordenadora diocesana do movimento, Acilica Candeia, o evento, que se estende até o próximo domingo, dia 17, no Ginásio de Esportes O Rivaldão, pretende ser uma grande celebração da identidade carismática. “Convidamos todos os integrantes do movimento a estarem conosco. Vamos festejar juntos o chamado que recebemos do Senhor para evangelizar como auxílio dos dons e carismas do Espírito Santo”, enfatiza Acilina.

Para a condução das orações e pregações, estará presente a pregadora Nacional da RCC Frantieska Rangel, o presidente da RCC na Diocese de Caicó-RN, Marcondes Dutra, e o presidente estadual da RCC PB, Felippe Felizardo. Haverão missas que serão presididas pelos padres José Ronaldo Marques (administrador diocesano) e o Fabrício Timóteo.

“Apascenta as minhas ovelhas” (Jo 21,15) é o tema que vai direcionar os trabalhos do evento através de diversas formações e palestras. "Precisamos aprofundar o pastoreio em todas as instâncias do movimento, e de maneira especial nos grupos de oração. As temáticas trabalhadas no congresso vão servir como reflexão a respeito da identidade e missão da RCC", destacou Acilina Candeia, presidente diocesana da RCC Patos.

Quem não fez sua inscrição antecipada poderá fazer no local. O valor é de R$ 5,00. E para as pessoas que usarão o alojamento do evento será  R$ 20,00. Outras informações estão disponíveis no blog congressopatos.blogspot.com
Deleon Souto

Sesi celebra centenário de Gonzagão com programação cultural

Marcos Eugênio

Fotos:Marcos Eugênio
 
 
 
Desde o dia 1º deste mês que o Sesi Patos vem desenvolvendo o projeto “Centenário de Luiz Gonzaga”, rendendo homenagens ao Rei do Baião, um dos maiores ícones da MPB. Hoje foi a abertura da parte cultural na Indústria do Conhecimento, na Praça Alcides Carneiro, Belo Horizonte, em frente à Igreja Nossa Senhora de Fátima, com uma programação recheada de muita música e danças regionais, sempre enfocando a contribuição de Gonzagão para nossa cultura.

A primeira atração foi a banda mirim do Sesi, seguida de fanfarra da rede estadual de ensino. Se apresentaram também os grupos de danças do Projovem de São José de Espinharas, com Xaxado da Paraíba e Morte e Vida de Lampião; Projovem de Condado, com a dança coisas da minha terra; Grupo de Idosos de Passagem (dança); Projovem de Cacimba de Areia, com forró, sequência junina com músicas de Gonzagão.

O projeto Centenário de Luiz Gonzaga vem trabalhando desde o início deste mês com escolas municipais, estaduais e particulares de Patos no Espaço Biblioteca, na Praça Alcides Carneiro. Na programação com os alunos são trabalhados vídeos, leituras, dinâmicas, músicas e cordel, sempre dando ênfase à vida de Seu Luiz.


Arquivo do blog