Compromisso com a verdade dos fatos

Bem-vindo ao blog Garimpando Palavras

sábado, 24 de novembro de 2012

SARAU LITERÁRIO: Projeto Revisitando os Saberes beneficia alunos de escola de Mãe d’água



O Projeto Revisitando os Saberes, instituído ano passado pelo governo da Paraíba na rede de ensino, que visa no contraturno de alunos do 4º ao 9º ano, fortalecer a aprendizagem nas disciplinas Português e Matemática, foi intensificado no último dia 31 de outubro pela direção da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio de Mãe d’Água-PB, com a realização do Sarau Literário. De acordo com Antonia Raimunda de Lucena Barros, 54, diretora da escola, “O objetivo principal desse evento foi familiarizar o aluno com a linguagem poética, para que ele sinta prazer em ler, ouvir e criar seus próprios poemas”. Observou.

O Sarau Literário mudou a rotina da escola que foi transformada em um “Bar Literário” onde os alunos puderam degustar, e até se inebriar, com os mais variados títulos de autores consagrados e atuais. Os poetas locais, a exemplo de Edisío Soares, 72, (bisneto do grande poeta Romano da Mãe d’Água), e Antonio mota da Silva, 42, um intransigente defensor da literatura de cordel, foram destaques nessa ação literária. “Eles representam a poesia viva do nosso município e isso ficou explicitado nas declamações de seus trabalhos que destacam principalmente as belezas naturais dessa terra”. Lembrou Sueleide Castro, Coordenadora Regional do projeto Revisitando Saberes. O professor Erivar Azevedo, 42, e a Secretária de Cultura e Desporto do município de Mãe d’Água, Rosana Leão, 35, também contribuíram fazendo recitais.

Quem prestigiou o Sarau Literário da E.E.E.F.M de Mãe d’Água se encantou logo na entrada do educandário ao ter que passar pelo “Caminho Literário” sinalizado por pedras e estrofes do poema: “Uma pedra no caminho” de Carlos Drummond de Andrade. Para as monitoras Rozangela Lucena (professora de português) e Horiana Campos (de matemática), além de propiciar um ambiente favorável para que os alunos da escola pudessem viajar no mundo mágico da leitura, o Sarau propiciou ainda momentos de descontração com a apresentação de dramatizações encenadas pelos estudantes a partir do que viram nos livros, representação de poemas através da pintura, e outras atividades relacionadas. “O Sarau terminou com uma exposição das atividades trabalhadas durante o evento com a participação dos pais de alunos e demais convidados”. Finalizou a professora Ronzangela Lucena.

Segundo a diretora Antonia Raimunda de Lucena Barros, o Sarau Literário ultrapassou todas as expectativas dos organizadores, tanto que a direção da escola já trabalha a ideia de uma segunda versão. “A leitura é o caminho para ampliação da percepção do mundo à nossa volta. Quanto mais um indivíduo lê mais integrado com o seu meio estará. E apenas isso justificaria todo nosso empenho na realização de uma nova edição desse evento.” Finalizou Raimunda.

Alexandre Barros.
Funcionário da Escola

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Mano é demitido da Seleção

Mano Menezes foi demitido pela CBF e não é mais técnico da seleção brasileira. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira após reunião na Federação Paulista de Futebol (FPF), em São Paulo, entre o presidente da CBF, José Maria Marin, o vice Marco Polo del Nero, e o diretor de Seleções, Andrés Sanches. A entidade confirmou a informação em seu site, às 16h06m, e comunicou que toda a comissão técnica foi afastada. O novo comandante será apresentado apenas no início de janeiro: Tite (Corinthians), Muricy Ramalho (Santos) e Luiz Felipe Scolari (ex-Palmeiras) estão cotados.

Mano foi comunicado da decisão por Andrés logo após a reunião. O treinador está em São Paulo e não vai se pronunciar sobre a demissão no momento. O técnico foi contratado em julho de 2010 pelo ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, como susbtituto de Dunga.

No comunicado oficial desta sexta, a CBF informou que o técnico da Seleção sub-20, Emerson Ávila, continua no cargo, enquanto Márcio Oliveira assume o comando da equipe feminina.

Pouco depois, em entrevista coletiva, Adrés disse que, apesar de ter sido contra a demissão de Mano, irá permanecer no cargo de diretor de Seleções.

G1

Clima de deserto em Patos

Foto:Marcos Eugênio
As estações de meteorológicas do Governo do Estado registraram a umidade relativa do ar de 14% na região de Patos (no Alto Sertão da Paraíba,a 307 quilômetros de João Pessoa). Para se ter uma ideia, na Capital ela foi de 57% e em Campina Grande chegou a 34%. "Na parte da tarde [em Patos], que é o período mais crítico, já chegou a 11%”, alertou a meteorologista da Aesa, Marle Bandeira.

Esta umidade relativa do ar registrada em Patos chegou a níveis críticos, semelhantes aos do Deserto do Saara, na África, que possui uma média entre 10% e 15%. O índice é classificado como estado de alerta de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A umidade relativa do ar ideal deve oscilar entre 50 a 80%, lembrando que a temperatura interfere e, muito na umidade do ar. Invernos onde o índice de evaporação é menor tende a ter uma umidade menor e, vice-versa

As altas temperaturas também foram registradas nas cidades de Patos e Sousa, na região do Sertão paraibano. Os termômetros marcaram 38,9ºC e 37,5ºC, respectivamente. São oito graus centígrados a mais do que o registrado na Capital. Em João Pessoa temperatura máxima é de 31°c. Já em Campina Grande a máxima alcançou 32,2°c.

Os dados foram divulgados por técnicos da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), responsáveis pelo monitoramento diário das temperaturas. “Em outubro nós registramos 39ºC em Patos. A tendência é de que até o final do ano tenhamos muito calor naquela região”, explicou a meteorologista da Aesa, Marle Bandeira. Já no caso da umidade relativa do ar, foi observada uma queda em relação ao mês de novembro nos anos anteriores. “A média do dia inteiro era em torno de 50% e atualmente estamos com 30%. 
A previsão do tempo para as próximas 24 horas está disponível no site da Aesa (www.aesa.pb.gov.br). A página eletrônica também disponibiliza dados agrometeorológicos (quantidade de chuva, velocidade do vento, temperatura e umidade do ar e do solo) medidos em tempo real, além da relação completa das barragens monitoradas pela Aesa, com os respectivos volumes.

 O município de Patos está entre os 195 municípios que enfrentam uma longa estiagem no interior paraibano e vive sob estado de calimidade pública reconhecido pelo Ministério da Integração Nacional. A população da zona urbana do município, estimada pelo IBGE, é de 97.296 habitantes, contra 3.399 que residem na zona rural. 

Classificação

Quando a umidade relativa do ar oscila entre 30% a 20%, há um estado de atenção. Deve se evitar exercícios físicos ente 11 e 15h, deixar no ambiente balde com água ou toalha molhada, evitar locais desprotegidos do sol.

De 20 a 12%, o estado é de alerta. São as mesmas recomendações da fase anterior, além de suprimir exercícios físicos das 10 às 16h, evitar aglomerações em ambientes fechados, usar soro fisiológico nos olhos e no nariz.

Abaixo de 12% já é para um estado de emergência. Além das recomendações mencionadas, não praticar nenhum tipo de esporte, nem trabalho braçal e interromper atividade ao ar livre das 10 às 16h. Devem ser suspensas as aulas de educação física, coleta de lixo, entregas dos correios e é recomendado evitar aglomerações como cinemas.
 
Hermes de Luna  (portalcorreio)

Na abertura do Encontro, organizações sociais reforçam a importância da construção de lutas unitárias



Nesta quarta-feira, dia 21, diversas lideranças camponesas, representantes das organizações e movimentos sociais de luta pela terra no estado, deram início ao I Encontro Pernambucano da Unidade Camponesa, em Carpina, Zona da Mata Norte do estado. Durante todo o dia, os participantes realizaram reflexões e apontaram os principais desafios que atingem os povos do campo, a exemplo das iniciativas do capitalismo, que violam os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras rurais e que avançam sobre a terra e os territórios das comunidades camponesas. Para enfrentar os desafios, os participantes ressaltaram a importância da unidade nas lutas sociais.

A agricultora do Movimento dos Pequenos Agricultores, Joselia Tavares, destacou que Pernambuco está se desafiando a construir a unidade das lutas entre tanta diversidade dos povos do campo. De acordo com a trabalhadora rural, “o que vemos hoje é que a agricultura camponesa está abandonada, a nossa nação virou uma colônia de agro-exportação. Então, nós temos em nossas mãos uma tarefa histórica. Somos responsáveis por produzir 70% dos alimentos que chegam as nossas mesas, somos nós que produzimos alimentos saudáveis, que cuidamos do meio ambiente. É tudo isso que une a diversidade camponesa”. 
 
Esse exercício que estamos fazendo é um esforço de construção de unidade da diversidade camponesa. Nós identificamos que os inimigos são os mesmos, por tanto, a luta tem que ser unitária”, ressaltou o dirigente do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), Jaime Amorim. “Cada organização tem a sua autonomia, mas a proposta deste momento é que possamos construir ações e lutas conjuntas para nos fortalecermos diante deste atual modelo de desenvolvimento”, complementou. 
 
Monocultivos, grandes projetos de desenvolvimento e o Estado brasileiro: principais violadores dos direitos dos povos do campo

“Não há como pensar um projeto unitário camponês sem que tenhamos o agronegócio como alvo comum que atinge a todos os povos do campo”, destacou o professor da Universidade Federal Rural de Pernambuco, Marcos Figueredo, que contribuiu com as reflexões durante o dia de ontem. Na opinião de Paulo Roberto, diretor de Política Salarial da Federação dos Trabalhadores da Agricultura de Pernambuco, a Fetape, a situação em que os trabalhadores e trabalhadores rurais vivem é indignante. “O homem e a mulher do campo que vivem na zona da mata por exemplo, não tem sequer seus direitos de cidadãos garantidos. Isso aconteceu ontem e acontece ainda hoje dentro dos canaviais. O modelo de desenvolvimento do Estado não é o modelo que nós pautamos, defendemos e acreditamos. Ao contrário. É o modelo das grandes empresas, do monocultivo, que destroem os sítios e expulsam milhares de trabalhadores para as pontas de ruas, deixando-os a mercê da violência, das drogas e da prostituição.” 

Somam-se as iniciativas do agronegócio, os grandes empreendimentos que vem avançando sob as terras e o territórios dos povos do campo no estado, a exemplo de Suape, a Fábrica da FIAT, Arena da Copa, Transnordestina, Transposição do Rio São Francisco, entre outros grandes projetos. Para o professor Michel Zaidan, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), são empreendimentos como estes que atuam diretamente na violação dos direitos dos povos do campo e também dos trabalhadores e trabalhadoras empregados em cada obra. O professor ressaltou ainda que cada um destes empreendimentos, além de violarem direitos e expulsarem centenas de famílias de suas terras e territórios, explicita que a questão ambiental está entregue as conveniências do Governo do Estado. “Esse modelo é perverso é concentrador de renda, exclui e marginaliza os trabalhadores e trabalhadoras”, conclui o professor.

Com relação às Políticas públicas assistencialistas para povos do campo, os participantes ressaltaram que, ainda que contribuam em situações emergenciais, não contemplam as reais demandas das famílias porque não resolvem os problemas estruturais e da concentração fundiária no estado e no país. Esta continua intocável. Um dos dados que explicitam esta situação foi divulgado na última semana, pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). De acordo com o Órgão, o governo assentou 10.815 famílias em 2012. Esta é a taxa mais baixa registrada neste mesmo período em dez anos. O número representa somente 36% da meta estipulada inicialmente pelo governo para 2012, que é de assentar 30 mil famílias sem terra. Além disso, do total de R$ 3 bilhões destinados ao Incra neste ano, só 50% foram liquidados até o momento, de acordo com informações do Sistema de Acompanhamento de Execução Orçamentária do Senado (Siga Brasil). 
 
A abertura do Encontro Unitário aconteceu um dia depois da data em que se celebra o dia da consciência negra, 20 de outubro. Contudo, nada há para se comemorar quando o assunto é conquistas de direitos das comunidades quilombolas do Estado e do país. Segundo dados da Comissão Pró-Índio de São Paulo (CPI-SP), em 2012, apenas uma comunidade quilombola quilombola no país conseguiu título de posse definitiva por parte do Governo Federal: o Quilombo Chácara de Buriti, de Campo Grande (MS), e foram reconhecidos apenas 12 hectares, do total de 44 reivindicado pela comunidade e registrado no Relatório de Identificação de Territórios Quilombolas (RTID). No Brasil existem atualmente cerca de 3.000 comunidades quilombolas e apenas 193 territórios titulados. 

Os debates continuarão até o próximo dia 23 de novembro, quando os representantes das organizações sociais do campo irão elaborar um planejamento e pauta de atuação e lutas unitárias a ser assumida pelo conjunto das organizações participantes.

Fotos:Ronaldo Patrício/FETAPE
Renata Albuquerque/CPT

Viúva do ator Marcos Paulo é expulsa de casa pela filha dele

A viúva do ator e diretor Marcos Paulo, a atriz Antônia Fontenelle, está pagando um dobrado com a família do falecido. Passados oito dias de sua morte, o clima entre os familiares do ator não é nada amistoso. 

Segundo o jornal “O Dia”, a filha de Paulo com Renata Sorrah, Mariana, já avisou a loira que é para ela recolher suas coisas e deixar a casa do pai o mais rápido possível.

Desde que se “casou” com o diretor há seis anos, Antônia passava boa parte da semana no luxuoso apartamento localizado em um condomínio na Barra da Tijuca.

De acordo com a publicação, a atriz nunca oficializou a união com o marido. Como eles não moravam na mesma casa e ela não dependida dele economicamente, Antônia só terá direito a alguma parte na herança do diretor caso ele tenha deixado um testamento. Nem mesmo pensão da TV Globo ela irá receber.

Durante a missa de sétimo dia, a funcionária da Record foi desprezada pela maioria das pessoas que conviveram com Marcos Paulo. Segundo o jornal carioca, quase ninguém cumprimentou a loira. Por outro lado, havia uma fila para falar com Flávia Alessandra, uma das ex-mulheres do astro.

No Twitter, o diretor Mário Meirelles, do “TV Xuxa”, acusou o padre de discriminar a viúva. De acordo com ele, o sacerdote não se deu ao trabalho nem de citar o nome de Antônia durante a missa.

Na madrugada desta quarta-feira (21), a atriz voltou a falar sobre a morte do marido no Twitter. “Meu Deus, eu sei que tudo tem um porquê... Mas é que está doendo muito”, escreveu.

A loira aproveitou para agradecer as palavras de carinho de seus seguidores. "Meus amores, leio todas as mensagens carinhosas, obrigada pela força, me conforta... Beijo no coração de vocês. Boa noite.”
 
Assessoria
 
 
 
O que dinheiro não fizer... 

Escolas da Paraíba não aparecem entre as 300 primeiras colocadas no Enem 2011

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) nesta quinta-feira (22) sobre as médias das escolas no Enem 2011, a Paraíba ficou de fora dos 300 melhores resultados na prova. A primeira escola paraibana a aparecer entre os melhores no ranking foi uma escola privada no 301° lugar. Para piorar a situação, a primeira escola pública só veio aparecer na lista na posição 5.489. 

Das 20 escolas da Paraíba com os melhores desempenhos no Enem, 18 são da rede privada e duas são federais. Nove delas ficam localizadas no interior do Estado. 

O Colégio Motiva apareceu nas duas primeiras posições paraibanas com as melhores notas, sendo a primeira de João Pessoa e a segunda de Campina Grande, com 628,06 e 625,41 pontos, respectivamente. 

A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio João Roberto Borges de Souza, em João Pessoa,  é a instituição com o melhor desempenho entre as escolas estaduais, com 625,41, ocupando o 5489° no desempenho nacional.

Confira os resultados por escola na Paraíba:

1° JOAO PESSOA - CENTRO PESSOENSE DE EDUCACAO - COLEGIO MOTIVA  -  Rede Privada –  301° Lugar Nacional - 628,06 Pontos
2° CAMPINA GRANDE - CENTRO CAMPINENSE DE EDUCACAO LTDA COLEGIO MOTIVA - Rede Privada – 350° Lugar Nacional -               625,41 Pontos
3° CAMPINA GRANDE - ESC VIRGEM DE LOURDES – Rede Privada – 703° Lugar Nacional - 609,43 Pontos
4° JOAO PESSOA - ESCOLINHA RISQUE E RABISQUE LTDA – Rede Privada – 888° Lugar Nacional - 603,14 Pontos
5° JOAO PESSOA - COLEGIO MARISTA PIO X – Rede Privada – 1053° Lugar Nacional - 597,39 Pontos
6° JOAO PESSOA - INSTITUTO JOAO XXIII – Rede Privada – 1118° Lugar Nacional - 595,51 Pontos
7° JOAO PESSOA - COLEGIO NOSSA SENHORA DE LOURDES – Rede Privada – 1178° Lugar Nacional - 593,79 Pontos
8° CAMPINA GRANDE - COLEGIO IMACULADA CONCEICAO – Rede Privada – 1203° Lugar Nacional – 593,34 Pontos
9° JOAO PESSOA - COLEGIO PIO XI – Rede Privada – 1291° Lugar Nacional - 591,05 Pontos
10° JOAO PESSOA -COLEGIO GEO TAMBAU – Rede Privada – 1361° Lugar Nacional - 589,66 Pontos
11° JOAO PESSOA -INSTITUTO FEDERAL DE EDUCACAO CIENCIA E TECNOLOGIA DA PARAIBA - IFPB CAMPUS JOAO PESSOA – Rede Federal – 1547° Lugar Nacional - 584,98 Pontos
12° JOAO PESSOA - COLEGIO COLIBRI LTDA – Rede Privada – 1769° Lugar Nacional - 579,22 Pontos
13° CAJAZEIRAS - ESCOLA TECNICA DE SAUDE DE CAJAZEIRAS – Rede Federal – 1878° Lugar Nacional - 576,62 Pontos
14° JOAO PESSOA - GEO SUL – Rede Privada – 2005° Lugar Nacional - 573,35 Pontos
15° POMBAL - ESCOLA MENINO JESUS – Rede Privada – 2051° Lugar Nacional - 572,24 Pontos
16° SAPE - INSTITUTO MON SERRAT – Rede Privada – 2273° Lugar Nacional - 567,45 Pontos
17° CUITE - CENTRO EDUCACIONAL MILLENIUM – Rede Privada – 2367° Lugar Nacional - 565,69 Pontos
18° PATOS - FERA COLEGIO E CURSO – Rede Privada – 2371° Lugar Nacional - 565,53 Pontos
19° JOAO PESSOA - VIA MEDICINA COLEGIO E CURSO LTDA – Rede Privada – 2404° Lugar Nacional - 564,86 Pontos
20° AREIA - COLEGIO SANTA RITA – Rede Privada – 2405° Lugar Nacional - 564,84 Pontos.

portalcorreio

Novo boletim sobre estado de saúde de Verissimo será divulgado às 11h

Verissimo provoca gargalhadas da plateia na abertura da décima edição da Flip (Foto: Flávio Moraes/G1) Deve ser divulgado às 11h desta sexta-feira (23) um novo boletim médico sobre o estado de saúde do escritor Luis Fernando Veríssimo, 76 anos, internado em estado grave no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, desde a última quarta-feira (21). Ele segue sedado e respirando com a ajuda de aparelhos no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) da instituição.

Conforme o superintendente do hospital, Nilton Brandão, Verissimo teve perda da função renal, passou por diálise e está com infecção geral. O tratamento está sendo feito com antibióticos. "O risco, neste momento, é real. O quadro é grave. Os sintomas iniciais foram de febre, dores musculares e fadiga", disse em entrevista coletiva no final da tarde desta quinta (22).

O escritor gaúcho está recebendo todos os cuidados possíveis da equipe médica do hospital, segundo Brandão. Ele passou por uma bateria de exames nesta quinta, entre eles cardíacos, mas os resultados apontando para as causas da infecção devem ser divulgados até este sábado (24). Verissimo é diabético e tem problemas cardíacos.

G1

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Moradores recebem água via carro-pipa uma vez por semana



fotos:Marcos Eugênio
 
 
 
 


Marcos Eugênio

Os 4.019 habitantes do campo e da cidade de Mãe D’Água, município da região de Patos-PB estão vivendo momentos delicados decorrentes da seca. Para complicar, o socorro federal não chega, segundo o prefeito Péricles Viana Junior (Junior Tota). Mensalmente são gastos recursos da ordem de R$ 70 mil dos cofres municipais somente para pagar os pipeiros e conserto de carros. São quatro caminhões e três tratores que fazem o abastecimento, levando água da Barragem de Capoeira, localizada no município de Santa Terezinha, mas que apresenta 22% de suas reservas (12 milhões de m3).

A água de Capoeira geralmente é usada para tomar banho e tarefas do lar. Para aqueles que não têm condições de comprar a água de beber, cuja carroça é comercializada a R$ 5,00, R$ 6,00, usam a água já turva de Capoeira para matar a sede. A Secretaria Municipal de Saúde distribui hipoclorito de sódio para purificar a água. Boa renda dos moradores tem sido destinada para a compra de água para beber. Isso gerou um novo comércio em Mãe D’Água, sendo fonte para muitos carroceiros.

1h da madrugada o movimento de carros-pipas em Mãe D’Água acorda a população. Isso obriga muitos a levantarem mais cedo para aproveitar ao máximo a água distribuída. Cada rua recebe o tão precioso líquido apenas uma vez por semana. Antes eram duas vezes por semana, mas um dos poços da cidade, localizado no leito do rio secou e o quebra-quebra de caminhão devido às péssimas condições de tráfego das estradas atrapalha ainda mais, como também do acesso aos reservatórios que vão secando e se tornando mais distantes as fontes. O corre-corre para encher caixas, tonéis é intenso. Muitos compraram motor-bomba, que joga água para a caixa d’água.

A proliferação de vasilhames também preocupa os órgãos de saúde por receio da dengue. Agentes comunitários de saúde e de endemias fazem o alerta aos moradores para que tomem cuidado com o armazenamento da água, mantendo vasilhames sempre limpos e tampados. O senhor Manoel Ferreira, morador da cidade, lamenta a forte estiagem e diz que não se lembra de uma seca tão intensa. “Nunca a gente teve que conviver com uma seca dessa natureza. Se não tivermos inverno no próximo ano muita gente vai embora daqui”, fala temendo um caos no Sertão por falta de chuvas.

O prefeito Junior Tota diz que o município firmou convênio com o Estado para enfrentamento da seca, mas que o processo é muito burocrático. Disse que a queda do FPM agravou ainda mais a situação do município e que aguarda socorro federal e estadual para aliviar o caos que impera em Mãe D’Água devido a seca.

Capoeira apresenta menor volume dos últimos dez anos

A seca que castiga o Nordeste vem provocando redução drástica no volume hídrico dos principais mananciais. No Sertão paraibano a crise de abastecimento vem atingindo todos os municípios. Um exemplo disso é a barragem Capoeira, localizada no município de Santa Terezinha. Com capacidade máxima de pouco mais de 53 milhões de metros cúbicos, hoje seu volume é de aproximadamente 12 milhões de m3 ou 22%..

Capoeira, nessa última década, atingiu em 2003 seu nível mais baixo de acumulado, com 20 milhões de m3 (37,4%). Com o volume sempre em queda, hoje o índice do reservatório é de apenas 22%. Com a temperatura sempre em alta, a evaporação se acelera, reduzindo as reservas, tão importantes hoje para o abastecimento da população.

CRM-PB interdita mais dois hospitais na Paraíba


Única maternidade de Itatuba não possuía obstetras e anestesistas. No hospital de Aroeiras também faltam médicos
 
O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) interditou na última quarta-feira (21) dois hospitais do interior da Paraíba. Em Itatuba, a 120 km de João Pessoa, foi interditada a única maternidade da cidade, a Nossa Senhora Aparecida e Centro de Especialidade Odontológica. Em Aroeiras, a 105 km de João Pessoa, o CRM interditou o Hospital Municipal de Aroeiras Doroteia Marques de Aguiar.
 
De acordo com o diretor de Fiscalização do CRM-PB, Eurípedes Mendonça, as duas unidades de saúde não contavam com médicos especialistas, equipe de enfermagem e estrutura mínima para realização de partos. “Na maternidade de Itatuba não havia obstetra, anestesista, nem uma sala para triagem das gestantes. Para preservar as pacientes, o hospital não poderá mais realizar partos, nem internamentos, apenas consultas”, disse Eurípedes.
 O diretor do CRM alertou à população desses municípios que não procurem os hospitais e que se dirijam às cidades mais próximas. Em Itatuba, a maternidade interditada era a única da cidade, portanto, as gestantes terão que se deslocar para Ingá, a 11 km, ou Campina Grande. “Infelizmente, tivemos que interditar os hospitais, pois não havia condições de atender a população sem recursos humanos e equipamentos mínimos para realização de partos”, completou o médico.
 
Assessoria

“Em São José de Espinharas, enquanto não se consegue bloqueio, servidores são pagos por cara”, diz sindicalista



 
O presidente do SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, José Gonçalves, afirmou que diversos servidores de São José de Espinharas-PB, estão denunciando que a Prefeitura vem pagando a diversos servidores aliados do atual gestor municipal, inclusive contratados e comissionados, em detrimento dos efetivos, que verdadeiramente trabalham no Município.

O SINFEMP já entrou com diversas ações pedindo o bloqueio dos recursos do FPM e FUNDEB, mas ainda não foi concedido o bloqueio, prejudicando assim os servidores que estão com salários atrasados dos meses de setembro e outubro de 2012.

O Município recebeu somente no mês de novembro, nos repasses dos dias 10 e 20 deste, o valor de R$ 563.701,14.

Para Gonçalves, é lamentável o que vem acontecendo no Município com atraso sistemático de salários, servidores devendo aos supermercados, farmácias, água, energia, cartões de crédito, empréstimos junto aos bancos e no entanto nada foi bloqueado para assegurar o pagamento aos mesmos.

O SINFEMP realizará dia 10 de dezembro, às 09h da manhã, uma assembléia geral com todos os associados à entidade para fazer os encaminhamentos necessários no sentido de reverter a situação.

Além de não pagar aos servidores, o prefeito desapareceu do município e  a Prefeitura está se apropriando indevidamente das mensalidades sindicais, descontadas dos servidores, caracterizando crime de  apropriação indébita.

O sindicalista lamentou ainda a postura da Câmara Municipal de São José de Espinharas que não se pronuncia sobre o grave problema que vive os servidores municipais.


Sinfemp

Nildo Pereira assume presidência do Nacional

O radialista e narrador esportivo Afranildo Pereira, conhecido popularmente  por Nildo Pereira que é natural da cidade de Pombal mas que reside na cidade de Patos e que trabalhou na Radio Espinharas de Patos  na condição de narrador de futebol e que ultimamente atuou na Radio Itatiunga FM na  mesma função, foi eleito na noite desta quarta-feira dia 21 o novo Presidente do Nacional de Patos com o objetivo de assumir o comando administrativo do Canário do Sertão que vai disputar a Série A do Campeonato Paraibano em 2013.

As informações foram repassadas com exclusividade ao repórter Francisco Sales através do ex-presidente do clube José Ivan dos Santos logo após o encerramento da reunião extraordinária, onde além de Nildo Pereira, também estiveram presentes o atual Presidente do Conselho Deliberativo João Grilo e outros membros, o Advogado do clube Adalberto, José Ivan, Amberg Leitão, alguns associados  do Verdão Maravilha e diversos torcedores que por unanimidade concordaram com as propostas de trabalho que foram  apresentadas através do presidente eleito.

Ivan ainda informou que outra reunião está prevista para acontecer nesta quinta-feira (22), com a finalidade de nomear os demais membros que irão fazer parte da nova diretoria do clube que irá representar a cidade de Patos na elite do futebol paraibano e ser disputada no próximo ano.


Francisco Sales

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Em Patos: Estudantes de Educação Física promovem evento ciclístico contra as drogas

O esporte sempre foi um dos aliados na luta por cidadania e melhores condições de vida. Em Patos, estudantes de Educação Física das FIP resolveram não ficar de braços cruzados diante do crescimento da violência relacionada com o uso de drogas. O esporte foi à forma escolhida para mobilizar a cidade e alertar a sociedade para este grave problema.

Munidos de bicicletas e muita disposição, os estudantes promoverão nesta sexta-feira, dia 23, um passeio ciclístico noturno, percorrendo as principais ruas da cidade. “Nós tivemos a ideia de envolver a sociedade para que ela se sensibilizasse sobre os perigos das drogas. O evento tanto vai atender às nossas práticas do curso, como também conscientizar as pessoas sobre este mal”, explicou George Washington, membro da comissão organizadora do evento.

O passeio terá um percurso de 8km, largando da Praça Getúlio Vargas, no centro da cidade, a partir das 19h. “Nós evitamos incluir no percurso, trechos com aclives e declives, e procuramos ruas que são totalmente asfaltadas. Isso vai facilitar a participação de crianças, jovens, adultos e idosos que queiram abraçar esta causa com a gente”, contou George, ressaltando também que “o evento não é uma competição e, por isso, não tem regras, premiação nem tempo mínimo para cumprimento do trajeto”.

Para garantir a segurança dos ciclistas, o passeio contará com o apoio do SAMU e do Corpo de Bombeiros, além de órgãos responsáveis pelo trânsito na cidade. Na praça Getúlio Vargas serão vendidas camisetas do evento.

Ascom

Arquivo do blog