Compromisso com a verdade dos fatos

Bem-vindo ao blog Garimpando Palavras

sábado, 7 de setembro de 2013

Senado vota PEC do voto aberto na próxima quarta


Diz a máxima popular que: “Quem não deve não teme”. Mas, não é isto que vem demonstrando o Poder Legislativo brasileiro. Eleitos para defenderem os interesses do povo, os deputados e senadores, constantemente, dão demonstração de que legislam em causa própria. É esta impressão que se tem a cada vez que os parlamentares tentam protelar a apreciação de matérias como a Reforma Política e as Propostas de Emenda à Constituição (PECs)196/12, que trata do fim do voto secreto para cassação de mandato, e a 349, que prevê o fim do voto secreto para todas as votações no Poder Legislativo . 
 
A discussão sobre o voto aberto já dominou os debates na última semana e deve continuar por um bom tempo. A justificativa dos congressistas para a demora em votar matérias é de que são temas complexos e que necessitam de ampla discussão para poder se chegar a um consenso. 
 
Discussão esta que, em alguns casos demora décadas, principalmente, se a matéria afetar de alguma forma os interesses do Poder Legislativo. Sendo assim, chega-se a conclusão óbvia de que falta, realmente, vontade política para que projetos desse tipo andem no Congresso Nacional. 
 
A prova mais recente disso foi à aprovação, por unanimidade, da PEC 349 de autoria do ex-deputado federal Luiz Antônio Fleury (PTB-SP). A matéria prevê o fim ao voto secreto para todas as votações no Poder Legislativo. 
 
Em apenas uma semana, numa tentativa de amenizar os efeitos do vexame causado pela não cassação do deputado Natan Donadon (sem partido), mesmo depois de ele ter sido condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e está preso pelo crime de corrupção, a Câmara aprovou a PEC 349/01 que já tramitava na Casa há 13 anos.

Votação no Senado 
 
A PEC do voto aberto – aprovada pela Câmara no dia 3 deste mês - será analisada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado nesta quarta-feira. O relator da matéria é o senador Sérgio Souza (PMDB-PR). A proposta deve ser votada em dois turnos na Casa. Se os senadores fizerem alguma alteração no texto o projeto, a PEC voltará para Câmara onde passará pelo crivo dos deputados mais uma vez.  
 
Outra PEC que trata do voto aberto e que interessa mais ao Senado é a 86/2007, do senador Álvaro Dias (PSDB-PR), já aprovada pela Casa. A PEC, que tramita na Câmara desde o ano passado, acaba com o voto secreto apenas nos processos de perda de mandato de deputados e senadores, o que poderia tornar sua aprovação mais fácil. “Se aprovada sem mudanças, a PEC poderia ser promulgada em oito dias”, explicou o presidente do Senado, Renan Calheiros.
 
Voto secreto 
 
O voto secreto no Congresso é admitido em mais de 20 casos, entre eles, na análise de vetos presidenciais, na cassação de congressistas, na eleição para a Mesa Diretora (incluindo a escolha do presidente da Câmara e do Senado) e a indicação de conselheiros para o TCU (Tribunal de Contas da União).

“Sociedade quer transparência”
 
O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) disse que a sociedade não aceita mais condutas sem transparência por parte do Poder Legislativo. Ele lembrou que a população foi às ruas para demonstrar isso. “O voto secreto se transformou numa cortina indecente que a sociedade não aceita mais”, declarou.  
 
Para o senador Cícero Lucena, do mesmo partido, a demora para se votar algumas matérias no Congresso Nacional se dá devido ao rito processual que ela tem que seguir no Senado e na Câmara dos deputados. “Além disso, muitas vezes, o legislativo só vota o que o Poder Executivo quer e ele (o executivo) não estava interessado no conteúdo dessas PECs, não”, afirmou Cícero. Ele e Cássio declararam que são favoráveis ao fim do voto secreto para todos os casos. 
 
O também senador Vital do Rêgo Filho (PMDB) saiu em defesa do Senado, em relação à demora da tramitação das matérias. Ele lembrou que a PEC 196/07 já foi votada pelo Senado. “Enquanto presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) dei parecer favorável a proposta e rapidamente ela foi levada ao plenário. Com esse gesto, nós atendemos o desejo da sociedade de ter uma política mais transparente e célere”, disse.   
 
 Ele explicou que a Câmara tem um processo de tramitação de matérias diferente do Senado. “Nós temos 81 senadores e lá são 513 deputados. Então, isso exige uma discussão mais prolongada que demanda mais tempo”, justificou o peemedebista. De acordo com Vitalzinho, o voto secreto, atualmente, só traz prejuízos ao Legislativo. “Porque ele cria um clima de desconfiança que não condiz como parlamento”, frisou.  
 
Vital destacou que o corporativismo dos parlamentares muitas vezes leva o Legislativo a enfrentar situações delicadas. Porém, lembrou que esta é uma prática existente em todas as profissões e tipos de sociedade. “O corporativismo só não pode estar acima do clamor popular e o voto aberto perpassa isso”, ressaltou.
 
De acordo com o senador, o Brasil exige cada vez mais posições afirmativas do Poder Legislativo. “Que tende a desenvolver ações proativas com propostas voltadas para atender os anseios da sociedade”, comentou.

Sem resistência  
 
Mesmo após as PECs 349 e 196, que prevêem o fim do voto secreto, terem passado, aproximadamente, sete anos paradas na Câmara - a primeira já foi votada e aprovada e a segunda ainda está na fila de espera - o deputado federal Wilson Filho (PMDB) acredita que não houve resistência por parte do parlamentares para apreciá-las. 
 
“O que havia era uma resistência ao voto aberto para análise dos vetos presidenciais porque esta seria uma forma do chefe do Executivo saber o posicionamento dos parlamentares e isso poderia gerar pressão de um poder sobre o outro”, disse Wilson Filho. 
 
O deputado Benjamim Maranhão também do PMDB disse que após o desgaste sofrido pela Câmara Federal com a não Cassação de Natan Donadon não teria mais como a Casa não acelerar a votação da PEC que trata do fim do voto secreto no legislativo.
 
 “O caso Donadon desmoralizou a Câmara, além de ter sido uma votação absurda e imoral. Ninguém poderia ter concordado com aquela não cassação. Se a Câmara mantivesse o voto secreto seria uma burrice”, avaliou o deputado.

Jogo de interesses  
 
“Em muitas matérias é possível verificar que há interesse em fazer com que elas andem ou não. Em outras esse interesse não é tão visível assim. Não podemos negar que existe um jogo de interesse que dita o ritmo em que as matérias devem tramitar na Casa”. A declaração é do deputado Hugo Motta (PMDB). 
 
De acordo com o deputado, isso não deveria ocorrer em nenhum lugar, principalmente, em uma Casa onde os parlamentares foram eleitos para representar os interesses do povo. “Em toda profissão existe corporativismo. No parlamento ele é utilizado como defesa, já que, a classe política sofre uma marginalização muito grande”, justificou.

Briga de poderes 
 
O deputado federal Leonardo Gadelha (PSC) declarou que o corporativismo parlamentar muitas vezes acaba gerando conflitos entre os Poderes. “Existem casos específicos em que o comportamento de alguns contribuiu para a guerra surda entre o Legislativo e o Judiciário”, comentou.  
 
Com relação à resistência do legislativo em votar matérias que ferem o interesse dos parlamentares, Gadelha acredita que esse tipo de atitude diminuiu muito ao longo do tempo. “Já existia um sentimento de transformação crescente na Câmara dos Deputados e a pressão popular acentuou esse desejo fazendo com que muita coisa mudasse”, afirmou. 
 
Leonardo Gadelha disse que o parlamento brasileiro está passando por um processo de evolução constante.

Corporativismo
 
O deputado federal Ruy Carneiro (PSDB) reconheceu que há um corporativismo muito grande no Poder Legislativo. Segundo ele, isso vem causando um desgaste intenso na política brasileira. “O corporativismo para ações negativas é um atentando contra as casas legislativas”, avaliou. 
 
Ruy Carneiro disse que a falta de transparência é outro problema sério que o legislativo enfrenta. “Essa fuga serve para esconder algumas posições que não estão em consonância com o desejo da população, mas com o de alguns empresários”, revelou. 
 
Sobre o fim do voto secreto, Ruy lembrou que existem vários projetos em tramitação no Congresso Nacional.

PEC 196/12
 
“Se a PEC do fim do voto secreto para cassação de mandato já tivesse sido votada nesses sete anos, já que ela foi apresentada em 2007, muitos vexames como o da absolvição do deputado-presidiário (Natan Donadon - sem partido), teriam sido evitados para o parlamento”, declarou indignado o senador Álvaro dias (PSDB-PR), autor da proposta. A PEC 196, que foi aprovada pelo Senado ano passado, é originária da PEC 86/2007, também de autoria do tucano.
 
O parlamentar disse que o voto secreto proporciona o anonimato da covardia. “Quem quer ser cúmplice do crime e da corrupção, tem que mostrar a cara ao País com o voto aberto”, declarou.  Segundo ele, a PEC demorou a ser votada porque há muitos interesses em jogo. “A política se transformou em um promíscuo balcão de negócios. Foi esse tipo de negócios que deu origem ao mensalão, o maior escândalo de corrupção de todos os tempos”, disparou o senador.  
 
Ele explicou que, após muita insistência, a PEC foi votada no Senado no final do ano passado e na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. Lá, ouve um impasse entre o PT e o PMDB que, segundo do senador, dificultaram a indicações da composição da comissão especial que precisava analisar a proposta antes dela ser enviada para a votação em plenário. Com isso, os líderes foram indicados pelo presidente da Casa, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), que solicitou a apreciação da matéria o mais rápido possível.
 
Voto secreto para vetos e eleição da Mesa
 
O deputado Manoel Júnior (PMDB), defendeu a manutenção do voto secreto para a análise dos vetos da Presidência da República e para a escolha dos membros da Mesa Diretora da Câmara e do Senado. Para o peemedebista, o voto aberto fará com que os parlamentares fiquem suscetíveis de pressão por parte do Executivo. 
 
“Em uma eleição para a escolha de deputado, senador e presidente o voto é secreto. Então, porque para a escolha do Mesa Diretora, onde nós vamos escolher colegas, tem que ser diferente?”, indagou. “Se houver voto aberto para a apreciação dos vetos presidenciais haverá pressão do Poder Executivo. Neste caso, o voto secreto é importante para a preservação da democracia”, complementou Manoel Júnior. 
 
Já a deputada Nilda Gondim, do mesmo partido, saiu em defesa da PEC 349, aprovada na Câmara quarta-feira, que prevê o fim do voto secreto para todas as votações do Legislativo. “Temos que votar com a consciência. Não tenho porque temer. Tenho que votar de acordo com transparência”, afirmou a deputada.  
 
Para o deputado federal Damião Feliciano (PDT), o voto aberto é uma espada de dois gumes. “Por um lado é bom porque vai proporcionar mais transparência na postura dos parlamentares. Por outro é muito ruim porque vai permitir o monitoramento dos parlamentares por parte da base que ele está inserido”, ponderou.  

Resistência acabou 
 
O deputado Efraim Filho (Democratas) acredita que todo e qualquer tipo de resistência que havia na Câmara dos Deputados para colocar em votação projetos de interesse popular, mas que de certa forma desagradaria à classe política acabou na última quarta-feira, durante a aprovação da PEC do voto abeto no Legislativo.  
 
“Tanto o voto secreto, como o corporativismo coloca homens de bem da política na vala comum. O voto secreto não permite que se separe o joio do trigo”, avaliou Efraim. De acordo com o deputado, o voto secreto vinha sendo utilizado, por alguns parlamentares, como instrumento de blindagem no parlamento para relaxar decisões do  Judiciário.  “Isso não deve ocorrer mais com o fim do voto secreto”, frisou Efraim.
 
 

Correio da Paraíba

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Em Matureia produtores de tomate orientados pela EMATER comemoram alta produtividade do fruto


A diminuição de pulverizações e a maior utilização de matéria orgânica como adubo foram umas das orientações repassadas pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER) de Matureia aos produtores Edilson Alexandre e José Adriano de Medeiros, que possuem um plantio de tomates na comunidade Sucuru.

De acordo com o técnico e extencionista rural da EMATER no município, Hildenêr Lucena, foram cultivadas 3 variedades de tomate de porte rasteiro: Facino, Tinto e Ty. Utilizando técnica de irrigação localizada por gotejamento, os produtores juntamente com o técnico viabilizaram o processo que poderia ser prejudicado pela escassez de água na região.

“Nós acompanhamos toda a produção, realizando orientações desde a preparação do solo e a manutenção das técnicas de irrigação, até a colheita. Em um período de 13 dias, 2200 caixas de tomates foram colhidas, com perspectiva de mais 6500 caixas até o dia 20 de outubro, quando será finalizado o processo”, explicou o técnico.

Por Jéssica Freitas


Em filiação de Dinaldinho, público chama Cássio de governador























O senador e vice-presidente nacional do PSDB, Cássio Cunha Lima, convidado principal do ato que marcou a filiação do médico Dinaldo Filho, Dinaldinho, ao referido partido na noite desta sexta-feira 6, foi ovacionado na Câmara Municipal Casa Juvenal Lúcio de Sousa, de Patos. O espaço ficou pequeno para filiados e simpatizantes e lideranças de vários municípios.
O clima de euforia foi marcante a cada pronunciamento, mas quando Cássio usou a tribuna teve que esperar cessarem os aplausos. Durante sua oratória ouviu sonoro “Cássio governador” do público que lotava a galeria.

À mesa estavam Dinaldo Wanderley, presidente do diretório municipal do PSDB, deputado Antônio Mineral, Ruy Carneiro, presidente estadual do PSDB, senador Cássio, Dinaldinho, ex-DEM, agora nos quadros do Partido da Social Democracia Brasileira, senador Cícero Lucena, advogado Pedro Cunha Lima e ex-deputado Múcio Sátiro.

Os discursos tiveram o som de fortalecimento do partido e a preparação para aas eleições de 2014. Em se tratando de eleição, Cássio foi categórico ao afirmar que só vai sentar para discutir a aliança com o PSB, do governador Ricardo Coutinho, no momento certo, no ano eleitoral. Na verdade parte do PSDB defende a continuidade dessa aliança e outra a candidatura de Cássio ao governo do Estado.

Cássio lembrou da campanha presidencial, dos possíveis nomes, a exemplo da própria Dilma, Marina Silva, Eduardo Campo, mas disse que lutará nome de Aécio Neves, candidato de seu partido. Falou também do trabalho que o PSDB vem realizando na Paraíba, atraindo novas filiações e enalteceu a de Dinaldinho, que só engrandece o partido.

Em seu discurso Dinaldinho agradeceu a seu ex-partido DEM se referindo principalmente às figuras de Efraim Morais e Ademir Morais, que lhe deram grande apoio. Fez um retrospecto de sua caminhada política, desde os movimentos estudantis à candidatura a prefeito de Patos ano passado. Não esqueceu de agradecer a Bonifácio Rocha (PSB), seu candidato a vice em tal campanha eleitora na qual foram derrotados por Francisca Motta (PMDB) e Lenildo Morais (PT). Enalteceu o caráter, a ética de Bonifácio.

Ao final Dinaldinho, provável candidato a deputado estadual, agradeceu o carinho de todos e disse que não lhe faltará garra, determinação, caso seja candidato, e que Patos não ficará sem oposição ao governo Francisca Motta.


Marcos Eugênio

Mutirão da catarata realiza mais 191 cirurgias em Patos




O Governo do Estado, através da SES – Secretaria de Estado da Saúde, dará prosseguimento ao mutirão das cirurgias eletivas de catarata na regional Patos. Na próxima semana, de 10 a 13 serão realizados mais 191 procedimentos cirúrgicos, beneficiando pacientes de Patos (132), Desterro (15), Malta (24), Emas (7), Cacimbas (7) e Cacimba de Areia (13).

Os pacientes de Patos estão distribuídos em três dias, de 10 a 12. Os de Desterro devem comparecer ao Hospital Regional a partir das 8h no dia 11. Os de Emas no dia 12; Cacimbas e Cacimba de Areia no dia 13. Na regional Patos, após todo o processo, iniciado em maior de 2012, de triagem para detectar a necessidade da cirurgia, exames de risco cirúrgico, 400 pessoas foram cadastradas nos 24 municípios de sua jurisdição. Para a 6ª Região de Saúde havia a disponibilidade para 545 procedimentos cirúrgicos, mas vários casos não exigiam a operação, que dura em média de 7 a 10 minutos e na quase sua totalidade recupera a visão do paciente.

Um total de 50 cirurgias foram realizadas pelo Hospital Regional de Patos Dep. Janduhy Carneiro no mês passado, sendo atendidas as demandas de: Salgadinho (01); São José de Espinharas (12), Junco (01), Quixaba (06), Mãe D’Água (10), Areia de Baraúnas (04), Catingueira (03) e São José do Bonfim (03).

São mais de R$ 12 milhões disponibilizados pelo Ministério da Saúde para a Paraíba investir em cirurgias eletivas, sendo o primeiro componente, como prevê a Portaria Nº 1.340 de julho de 2012, destinado às de catarata. Segundo o gerente da 6ª Regional de Saúde, José Leudo Farias, logo que forem concluídas as cirurgias de catarata na Paraíba, novo cadastramento será realizado para as dos componentes II e III, que incluem uma série de procedimentos, como as de urologia, ortopedia, otorrinolaringologia, oftálmicos, dentre outros.


Marcos Eugênio (6ª GRS)


Após Grand Prix, Zé Roberto aconselha jogadoras a crescer na Europa

O alto nível da Superliga de vôlei no Brasil vem protagonizando nas últimas temporadas um fato inimaginável em outros esportes, como futebol ou basquete: Seleções competitivas formadas majoritariamente por atletas que atuam no País - e não na Europa. Um exemplo da força do vôlei nacional é a Seleção feminina, que no domingo conquistou o Grand Prix com apenas uma atleta que não atuará no País nesta temporada da Superliga: a ponteiro Fernanda Garay, contratada pelo turco Fenerbahce.
No entanto, o treinador José Roberto Guimarães se mostrou temeroso ao tocar no assunto nesta quinta-feira, no evento de lançamento da Superliga, em São Paulo. O técnico alertou que as jogadoras não podem abrir mão de atuar no vôlei europeu e ganhar um tipo de experiência que não adquirirão atuando no Brasil.
"A Superliga é um grande campeonato, mas tem também as experiências pessoais de jogar um outro campeonato, aprender outra língua", destacou Zé Roberto, treinador também do Amil Campinas. "Quando você joga fora, você é cobrado de outra maneira: você é o estrangeiro que veio para resolver os problemas do time. Tudo tem um enfoque diferente. O crescimento acontece aqui e lá fora", acrescentou.
As palavras de Zé Roberto foram respaldadas por Leandro Vissotto, que nesta temporada retorna à Superliga depois de atuar por dois anos no Ural Ufa, da Rússia. O oposto, 30 anos, reconheceu que as passagens que teve pelo vôlei europeu foram fundamentais para se tornar um atleta de destaque.
"Eu dei um salto de qualidade na minha carreira quando fui para a Itália", comentou Vissotto, que atuou no vôlei italiano entre 2006 e 2010. Depois de defender o hoje extinto Vôlei Futuro por uma temporada, ele retornou à Europa para jogar na Rússia.
"Uma deficiência da nova geração é a falta de experiência internacional. É bom jogar aqui, mas priva os novos de terem essa experiência. Talvez seja importante os mais novos pensarem nessa possibilidade (de jogar fora)", acrescentou Vissotto, que recomendou o tempo padrão para os jogadores adquirirem a bagagem necessária para retornar: "um a dois anos, no máximo".
esportesterra

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Cupom Legal sorteia primeiros ganhadores nesta sexta-feira

A campanha do Cupom Legal, que busca estimular a cidadania fiscal, realiza nesta sexta-feira (6), às 14h, na sede da Loteria do Estado da Paraíba (Lotep), em João Pessoa, os quatro primeiros sorteios no valor de R$ 1.000 cada.
Quem enviou mensagens de SMS com os dados completos do cupom fiscal desde 21 de agosto, data que foi lançada a campanha no Estado, até as 23h59 desta quinta-feira (5), estão aptos a concorrer aos sorteios desta sexta-feira. Segundo o regulamento do “Programa Paraíba Legal. Receita Cidadã”, somente as notas fiscais com CPF impresso terão validade para receber os prêmios da campanha.   
Os vencedores dos sorteios, realizados por meio eletrônico, serão conhecidos, inicialmente, pelo número do código da campanha, que é enviado ao participante, via SMS, como confirmação de validade. Eles são formados por duas letras maiúsculas seguidos de seis números do tipo (AA000000).
Os contemplados no sorteio serão comunicados por um torpedo já nesta sexta-feira. Os códigos dos bilhetes sorteados também vão estar disponíveis na internet e nas redes sociais do programa nos endereços: 
www.facebook.com/cupomlegal;
www.facebook.com/ReceitaEstadual e www.twitter.com/sergovpb.
O consumidor pode enviar SMS de quantos cupons fiscais assim desejar. Na campanha, não há valor mínimo de nota para participar. Todos os cupons fiscais emitidos pelos estabelecimentos do Estado, desde que tenha o número do CPF impresso na nota, serão válidos para participar da campanha de estímulo à cidadania fiscal. O custo de cada torpedo ao consumidor será de R$ 0,31 + tributos.
Para concorrer aos prêmios em dinheiro, o consumidor paraibano precisa exigir o cupom fiscal nos estabelecimentos do Estado e solicitar o número do seu CPF impresso, informação que identifica o consumidor e garante a validade do cupom.
De posse da nota fiscal, o consumidor deverá enviar uma mensagem (SMS), via celular, para o número 8383, informando os seguintes dados presentes no cupom fiscal: inscrição estadual (IE), data completa da compra, número do COO (Contador de Ordem de Operação) e o valor da compra. A digitação desses números terá de ser nessa sequência, mas não será necessário dar espaço entre os dados, colocar vírgula ou mesmo ponto. Após envio do SMS, o consumidor recebe automaticamente uma mensagem de volta, confirmando a sua participação com um código de bilhete eletrônico com o qual passará a concorrer aos prêmios.
Os sorteios públicos, que serão realizados todas as sextas-feiras no auditório da Lotep, às 14h,  vão contar com os representantes da Secretaria de Estado da Receita e da Escola de Administração Tributária (Esat), órgão da Receita Estadual, da Lotep, da MJV, empresa licitada que desenvolveu uma plataforma mobile para receber os dados do cupom fiscal, via SMS e, também, de um representante da população.
O programa “Paraíba Legal – Receita Cidadã”, lançado em agosto pelo Governo do Estado, consiste em uma série de campanhas educativas com entrega de prêmios para estimular a cidadania fiscal dos paraibanos como, por exemplo, passar a exigir a nota fiscal nas compras com inclusão do CPF. Uma das ações do programa é o sistema de sorteios públicos de prêmios em dinheiro denominado ‘Torpedo Premiado – Cupom Legal’, que vai sortear prêmios de R$ 1 mil a R$ 30 mil até o final deste ano.

Secom-PB

Maranhão comemora aniversário em meio à especulação de crise

O ex-governador da Paraíba, José Maranhão (PMDB), comemora amanhã seu aniversário durante um almoço por adesão - no qual cada participante paga seu consumo - no Restaurante Tererê. A festa, que deve ser em celebração ao 80º ano de vida do peemedebista (dados da Wikipedia), contudo, se revestiu de muita especulação dados os rumores sobre uma crise envolvendo a possibilidade de candidatura de Maranhão a deputado federal, cargo atualmente exercido pelo sobrinho, Benjamin, que estaria profundamente decepcionado com a decisão do tio.
 
Em entrevista à TV Master, Maranhão comentou o assunto e admitiu que pode concorrer a uma vaga para a Câmara Federal:
 
- Se eu for candidato a deputado federal não tomo o mandato de Benjamin porque ele atingiu a maioridade política, tem prestígio, voo próprio. Mesmo se eu fosse candidato a deputado federal jamais iria competir com ele em áreas que são dele consolidadas. Mas, até agora não me defini se serei candidato a deputado federal ou senador.

parlamentopb

Obras para construção de abrigo animais são iniciadas em Patos


As obras para a construção do abrigo de animais de Patos, localizado no espaço da antiga Escola Agrícola, no Alto da Tubiba, já estão com os serviços em andamento.

O projeto é fruto de uma parceria firmada entre a 
Prefeitura de Patos e a Associação Patoense de Proteção aos Animais (APPA), no objetivo de acolher os animais de ruas, disponibilizando ainda, a prestação de atendimento veterinário e alimentação.

De acordo com o presidente da APPA, Patrian Junior, o novo espaço é uma conquista positiva, uma vez que o problema dos animais de ruas era bastante discutido pela população. “Graças a essa parceria com prefeita Francisca Motta, a cidade terá agora um local adequado para abrigar esses animais, ao mesmo tempo em que eles receberão o monitoramento acompanhado por técnicos e médicos veterinários”, comentou.

Além da construção do espaço, a Prefeitura garantirá junto a APPA a subvenção por meio de um projeto que será enviado para Câmara de Vereadores, para a manutenção dos serviços prestados, como também, a disponibilização de um veículo para a realização de ações e o recolhimento de animais nas ruas. 

Segundo o secretário de Meio-Ambiente, Wandecy Medeiros, a organização do espaço vai de encontro com o sentimento da população. “Foi uma parceria importante para Patos, o desenvolvimento desse trabalho demonstra o apoio do município aos cuidados com os animais,” declara.

Epitácio Germano

Profissionais discutem liderança, ética e inovação no Dia do Administrador


CRA-PB promove Semana do Administrador. Programação conta com monólogo ‘Gandhi, um líder servidor’

O perfil do profissional de administração mudou ao longo do tempo. Com a profissão regulamentada há 48 anos, o administrador adotou características como a inovação e o empreendedorismo para assumir novas posturas no mercado, que necessita de profissionais cada vez mais qualificados. Para comemora o Dia do Administrador e discutir conceitos que fazem parte da vida da categoria, o Conselho Regional de Administração da Paraíba (CRA-PB) promove entre os dias 9 e 13 de setembro a Semana do Administrador.

O tema central do evento é liderança e ética. Para debater o assunto de maneira diferenciada, o CRA-PB vai trazer para João Pessoa (9 de setembro)e Campina Grande (10 de setembro) o monólogo ‘Gandhi, um líder servidor’, protagonizado pelo ator João Signorelli e que já foi visto por mais de 10 mil pessoas. A peça apresenta, com base em textos do líder pacifista indiano Mahatma Gandhi, mensagens sobre liderança, conduta e princípios ético-filosóficos nas relações humanas.

De acordo com o presidente da entidade, Francisco de Assis Marques, a escolha da peça objetiva discutir novos conceitos de liderança com os administradores, tendo como pano de fundo a cultura da paz e a ética nos negócios. “Queremos despertar sentido da concepção ética do ser humano a partir da vivência de um dos maiores líderes da história contemporânea, Mahatma Gandhi, permitindo assim construir o conceito do líder servidor e dos fundamentos da ética ao ser e agir do profissional da administração, exteriorizado no modelo de gestão”, destacou.

Em João Pessoa, o monólogo será encenado no auditório da Faculdade Maurício de Nassau, às 20h. Em Campina Grande, a encenação será no auditório do Sesc, também às 20h, no dia 10 de setembro. A entrada é franca.  Além da apresentação do monólogo, a Semana do Administrador terá a palestra “Inovação e Competitividade”, do administrador e consultor Ari Lima, que será promovida no dia 11 de setembro, no auditório do Sindicato dos Engenheiros da Paraíba (rua Mons. Walfredo Leal, 607, Tambiá), às 20h. No dia 13, haverá o lançamento do Banco de Talentos, às 17h00, na sede do CRA-PB (av. Piauí, 791, Bairro dos Estados).

“O CRA-PB, nestes últimos quatro anos, vem resgatando e construindo um canal de relacionamento com os administradores registrados e um dos pontos abordados é de atuar fortemente na geração de valor para esse profissional, abrindo novos campos de atuação e desenvolvendo ações voltadas para o aperfeiçoamento educacional . Diante disto, decidimos  discutir um tema atual e vital para o profissional que é discutir a ética e a liderança em um modelo de sociedade tão relativizada”, frisou.

Formato Assessoria de Comunicação
Luciana Oliveira = 8831-1556
Kaylle Vieira = 8815-7887

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

10 ensinamentos da medicina chinesa para viver mais


Inspire e expire

Segundo a medicina chinesa, a respiração é sagrada para a manutenção da vida. Eles consideram que esse é um momento de união do homem (terra) com o divino (céu). "Sem inspiração e expiração, a respiração não é realizada e o corpo não produz a energia que mantém a vida. A capacidade da mente de se elevar e encontrar beleza na vida gera a inspiração que impulsiona o ser humano a viver e seguir adiante", explica Andrea Maciel Arantes. 

Pratique a paz interior

Um dos principais ensinamentos da medicina chinesa é procurar viver em harmonia com a natureza e o homem. "O silêncio interior gera o sentimento de confiança, equilíbrio e paz que só podem ser encontrados no interior de cada um de nós", observa Andrea. 
Pratique a paz de espírito, evite alimentar sentimentos como a raiva, o rancor, o ódio. Exercite o perdão aos outros e a si mesmo.  

Pratique exercícios físicos regularmente

Fazer exercícios físicos mantém o bom funcionamento das artérias, auxilia o trabalho do coração, libera endorfina (o hormônio do prazer) provocando a sensação de bem-estar. "Da mesma forma que precisamos repousar para repor as energias para o dia seguinte, é importante manter o corpo em movimento".
Entre as práticas corporais indicadas pela medicina chinesa estão exercícios de Lian Gong, Tai Chi Chuan ou Qi Gong, que promovem a concentração, facilitam a respiração e a circulação, prevenindo doenças, relaxando e acalmando a mente.

Alimente-se de forma saudável

Quando fazemos o uso de alimentação deficiente, o sangue passa a ter dificuldade em realizar o transporte do oxigênio e em nutrir os tecidos para regular o pH dos líquidos corporais. "O alimento se transforma em sangue e nutrientes vitais para que corpo possa ter energia suficiente para realizar as funções metabólicas e manter a vida", disse a especialista.
Para a medicina tradicional chinesa, a mente está ligada ao coração, e por isso afirma que o sangue dá suporte à atividade mental. "Quando o sangue é abundante, o coração está feliz e a mente está em paz".

Evite exposição prolongada aos fatores climáticos

Para a medicina chinesa as doenças podem ser geradas por fatores naturais como a exposição inadequada ao clima. "O vento, o frio ou mesmo o calor em excesso causam danos à saúde. Andar descalço em ambientes frios, ficar exposto constantemente à corrente de ar como o ar-condicionado ou mesmo se expor à chuva faz com que o corpo se resfrie e cause contraturas musculares, como o famoso torcicolo", disse Andrea Maciel Arantes.
Ao penetrar nos poros, o ar frio impede a livre circulação de sangue e energia, acometendo o movimento, causando dor e inchaço. "A exposição prolongada lesa a capacidade do próprio corpo em se defender, enfraquecendo as funções dos órgãos e do sistema imunológico. Portanto, cuide-se e aproveite a natureza com sabedoria e moderação", ressalta a pós-graduada em Teorias e Técnicas para Cuidados Integrativos pela Unifesp.

Livre-se de sentimentos negativos

Não deixar que as emoções se transformem em sentimentos negativos também é uma das dicas da medicina chinesa. "Candace Pert, farmacêutica norte americana, revela em seu livro 'Molecules of Emotion' algo que há muito já era válido na medicina chinesa: as emoções são sentidas em todas as moléculas do corpo e são destrutivas quando prolongadas, podem acometer as funções dos órgãos, principalmente do fígado e do coração", destaca Andrea.
A boa notícia é que, da mesma forma, emoções positivas e virtudes promovem a sensação de bem-estar. "Elas geram otimismo, vitalidade e saúde", diz a especialista. 

Durma bem

Os chineses indicam o equilíbrio dos movimento e repouso. "A noite é feita para dormir e o dia é feito para se realizar atividades. Ter este processo invertido não é nada saudável. Quando se tem insônia ou muitas atividades depois das onze da noite passamos a sobrecarregar a energia do fígado e o resultado disso já aparece no dia seguinte: cansaço, falta de concentração e de memória, irritabilidade, indisposição e insatisfação", afirma a especialista.

Mantenha a higiene corporal

Fiquem sempre atentos à higiene. "Parasitas, bactérias e fungos também são agentes de doença e promovem intoxicações, alergias e infecções", observa Andrea.  

Cultive bons relacionamentos

Segundo a medicina chinesa, quem ama mais, adoece menos. "Relacionamentos, sejam eles íntimos ou sociais, geram trocas afetivas que promovem valores humanos como empatia, honestidade, autoestima, autoconfiança e amizade gerando um verdadeiro bem-estar. Sob o olhar da medicina chinesa, a troca afetiva permite o 'dar e receber', o que é fundamental para manter as funções do coração, considerado a sede dos sentimentos nobres e do amor", esclarece Andrea. 

Esvazie a mente nas horas livres

Momentos de repouso, parar para contemplar a vida, meditar, tudo isso proporciona à mente a capacidade de desenvolver a paciência, a percepção e dá espaço para a expansão da consciência. "O ato de concentrar-se em qualquer atividade demanda uma grande quantidade de energia do corpo e da mente", observa Andrea..  

Reunião define data para implantação do PCCS dos servidores da Saúde em Patos



A prefeita de Patos Francisca Motta, juntamente com a secretária de Saúde Ilanna Motta, reuniu na manhã desta terça-feira, dia 3 de setembro, representantes do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região – SINFEMP, do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Endemias de Patos e Região – SINDACSE, do Sindicato dos Odontologistas no Estado da Paraíba – SINDODONTO, além do Conselho Municipal de Saúde – CMS. O encontro intensificou o diálogo que foi decisivo para implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS). 
De acordo com a prefeita Francisca Motta, a responsabilidade administrativa, amparada pelo compromisso junto aos funcionários efetivos do Município, não permitiram que o Plano fosse enviado a Câmara sem transparência quanto à realidade de sua implantação, todavia, a insistência e a vontade de fazer, de realizar, permite ao gestor encontrar soluções.    
“Estive na última quinta-feira, 29, no Tribunal de Contas do Estado, onde recebi orientação técnica sobre quando o Município estará em condições de atingir o índice prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal. Sendo assim, apresentei a proposta aos representantes dos Sindicatos e aos servidores para que a partir do dia 1 de dezembro possamos tornar o plano vigente com todas as vantagens e melhorias para os servidores da Saúde”, anunciou a prefeita. 
Segundo a secretária de Saúde Ilanna Motta, a gestão apenas repetiu o que vem realizando desde o início do ano, no tocante ao diálogo com os servidores. “Sempre tivemos essa postura de dialogarmos com as categorias em busca de resolvermos as questões. O grande entrave estava sendo o índice prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal, mas conseguimos chegar a um denominador comum, amparados tecnicamente e judicialmente, fixando em Lei uma data para a implantação do Plano”, relata. 
Dr. Medeiros, presidente do Sindicato dos Odontologistas no Estado da Paraíba – SINDODONTO, disse que o acordo faz com que Município e servidores da saúde, assim como a população, saiam ganhando. 
Para Bosco Valadares, presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Endemias de Patos e Região – SINDACSE, diante de todas as discussões em torno do PCCR, prevaleceu o diálogo. “O importante é isso, haver sempre o diálogo entre gestão e trabalhadores, pois só assim conseguimos chegar aos resultados positivos para ambos”, disse. 
A presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região – SINFEMP, disse ter ficado satisfeita com a definição de quando o PCCR será colocado em vigência. 
O PCCS será encaminhado ao Conselho Municipal de Saúde para em seguida ser votado na Câmara Municipal de Vereadores. 

Hélio Barbosa

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Senado aprova limite para reeleição em entidades esportivas

Encerrou há pouco a reunião da Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado (CE), que aprovou seis itens, entre eles, projeto de lei que estabelece limites para reeleição e duração dos mandatos de dirigentes de entidades desportivas.
 
Pela proposta aprovada (PLS 253/2012), os dirigentes das entidades de administração do esporte podem ser reeleitos apenas uma vez e cada mandato não pode ser superior a quatro anos.
 
A CE aprovou ainda projeto que regulamenta o funcionamento das Instituições Comunitárias de Educação Superior (ICEs). Pela proposta (PLC 1/2013), as entidades são autorizadas a receber diretamente recursos públicos para suas atividades, o que atualmente não é possível. As verbas públicas deverão ser aplicadas na prestação de serviços gratuitos à população.
 
Também foi aprovado o requerimento da senadora Ana Amélia (PP-RS) para realização de uma audiência pública sobre o contrato de médicos cubanos que vieram trabalhar no Brasil pelo programa Mais Médicos.
 
Foi adiado o projeto (PLS 9/2010) que incentiva estados e municípios e o Distrito Federal a celebrar convênios para a qualificação profissional de universitários beneficiários do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies).

Agência Senado
 

Sebastião Salgado expõe coletânea "Gênesis" em São Paulo

Celebrado fotógrafo Sebastião Salgado e imagens de sua coletânea Gênesis. Abaixo algumas fotos dessa coletânea."




G1

Instituto Federal da Paraíba oferece 3.678 vagas


O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) divulgou os editais do Processo Seletivo dos Cursos Técnicos (PSCT 2014). Estão sendo oferecidas 3.678 vagas, distribuídas entre os cursos presenciais e a modalidade de Educação a Distância (EAD).

No Ensino Presencial, são 1.478 vagas nos Cursos Técnicos Subsequentes (para quem já concluiu o ensino médio) e 1.300 vagas para o Ensino Médio integrado ao técnico. Na EAD, há 900 vagas no curso técnico subseqüente de Segurança do Trabalho.
As inscrições começam dia 08 de setembro e vão até 18 de outubro. As vagas são nos 10 campi do IFPB: Cabedelo, Cajazeiras, Campina Grande, Guarabira, João Pessoa, Monteiro, Patos, Picuí, Princesa Isabel e Sousa. A inscrição é online e o IFPB disponibilizará em seus campi um espaço com computadores e acesso à internet para quem precisar.
Para o Técnico Integrado ao Médio, a inscrição é no valor de R$ 50,00 e para os cursos técnicos Subsequentes a taxa é R$ 40,00. É possível solicitar isenção desse valor nos casos em que a renda familiar mensal (bruta) é igual ou inferior a R$ 1.710,78; para quem recebe Bolsa Família; ou quem cursou todo o ensino médio ou fundamental em escola pública ou ainda foi bolsista em escola particular. Esse pedido deve ser protocolado de 16 a 27 de setembro no respectivo campus.
A relação de quem teve o pedido de isenção aceito é divulgada no dia 7 de outubro, tendo ainda um prazo para interpor recurso contra a decisão. A lista final sai no dia 9 de outubro. Quem não tiver o pedido aceito após isso, só terá a inscrição efetivada com o pagamento da taxa.
Os candidatos devem ficar atentos ainda ao fato de que metade das vagas é para quem estudou em escola pública. Ainda nesses 50%, metade é para quem tem renda familiar mensal bruta igual ou inferior a 1,5 salário mínimo. Ainda nos 50% de egressos da escola pública, são destinadas metade das vagas para pessoas negras, pardas e indígenas. O IFPB destina 5% das vagas de cada curso para pessoas com deficiência. No campus Sousa, 20% das vagas é para quem é de assentamento da reforma agrária.
As provas serão aplicadas na manhã de 24 de novembro. A previsão do resultado é para 10 de janeiro. Os cursos são Secretariado, Contabilidade, Geologia, Informática, Edificações, Manutenção e Suporte em Informática, Controle Ambiental, Eletromecânica, Recursos Pesqueiros, Meio Ambiente, Mineração, Petróleo e Gás, Eletrotécnica, Mecânica, Eletrônica, Equipamentos Biomédicos, Instrumento Musical, Agropecuária e Agroindústria.
Edital e link para as inscrições nos cursos presenciais: 
http://www.ifpb.edu.br/ingresso/processo-seletivo/Cursos-tecnicos/psct-2014 Edital da EAD e o acesso para a inscrição: http://www.ifpb.edu.br/ingresso/processo-seletivo/Cursos-tecnicos/psct-2014-seguranca-no-trabalho.

Ascom

Arquivo do blog