Compromisso com a verdade dos fatos

Bem-vindo ao blog Garimpando Palavras

sexta-feira, 4 de março de 2016

Lixo jogado em terrenos baldios de Patos aumenta focos do Aedes e causa preocupação





A presença do mosquito Aedes aegypti, cujos focos, em sua maioria, são encontrados dentro das residências nos mais diversos tipos de criadouros possíveis, vem crescendo também nos terrenos baldios. A falta de conscientização em torno de destino correto do lixo se tornou grande preocupação dos órgãos de saúde de Patos. Os resíduos sólidos jogados dentro de vegetações às vezes não são fáceis de serem localizados pelos vigilantes ambientais, agentes de endemias.

Um exemplo disso são os incontáveis focos encontrados nesta sexta-feira pela Vigilância Ambiental da 6ª Gerência de Saúde, nas proximidades do Parque Cruz da Menina, após denúncia de um morador, angustiado com o alto índice de pessoas da localidade apresentando sintomatologia de dengue e outras doenças transmitidas pelo mosquito Aedes, a exemplo da Chikungunya e Zika.

“É um absurdo a quantidade de lixo eletrônico, pneus, garrafas pet, dentre outros resíduos propícios para a proliferação do Aedes, que encontramos nesse setor. Muita água parada, larvas e mosquitos já adultos, isso bem próximo das residências”, desabafou Eugênio Pacceli, da Vigilância Ambiental, triste com a falta de colaboração da população. Ele entrou em contato com a Prefeitura Municipal de Patos e solicitou a limpeza na referida localidade, bem como visita por parte do pessoal de doenças endêmicas.

A 6ª Gerência Regional de Saúde vem concentrando suas ações de forma intensa no trabalho de combate ao Aedes, com muitas atividades nesse propósito. Na última segunda os apoiadores regionais realizaram o planejamento de ações para serem desenvolvidas com os municípios. A primeira ação foi participar da abertura da semana D contra o mosquito Aedes n o município de Cacimba de Areia.

Todos os 24 municípios recebem orientações, auxílio para suas ações, ajuda no trabalho de campo através do apoiadores regionais; apoio institucional; material educativo, com objetivo de conscientizar e incentivar a comunidade a ser mais participativa na luta contra o mosquito.

Esta semana também ocorreu, no auditório da 6ª Gerência, uma reunião extraordinária da Comissão Intergestores Regional do Sertão (CIRs) com os secretários municipais de saúde, rede hospitalar, tendo sido convidado também o Ministério Público. Na pauta a microcefalia, doenças causadas pelo Aedes e todo o processo de acompanhamento das notificações de casos suspeitos, bem como das mães gestantes.

Nesta sexta apoiadores se dirigiram ao município de Condado para participarem, juntamente com vigilantes ambientais e soldados do Corpo de Bombeiros, de ações contra o mosquito promovidas por aquele município.
Um dos termômetros da grande quantidade de pessoas que estão enfrentando doenças causadas pelo Aedes tem sido o Hospital Regional de Patos, onde se registra grande demanda de pessoas com sintomas de doenças causadas pelos vírus transmitidos pelo Aedes.


A Maternidade Dr. Peregrino Filho, de Patos, referência em Microcefalia para a 3ª e 4ª regiões de saúde segue, segundo seu diretor Odir Borges, todos os protocolos no atendimento às mulheres grávidas com suspeita da doença, que traz graves sequelas para o desenvolvimento da criança. “Elas recebem o atendimento especializado, os exames necessários, a exemplo de tomografia computadorizada. Temos mais de 100 exames suspeitos de microcefalia aguardando resultados do Lacen”, comentou Odir.

Lixo jogado em terrenos baldios de Patos aumenta focos do Aedes e causa preocupação





A presença do mosquito Aedes aegypti, cujos focos, em sua maioria, são encontrados dentro das residências nos mais diversos tipos de criadouros possíveis, vem crescendo também nos terrenos baldios. A falta de conscientização em torno de destino correto do lixo se tornou grande preocupação dos órgãos de saúde de Patos. Os resíduos sólidos jogados dentro de vegetações às vezes não são fáceis de serem localizados pelos vigilantes ambientais, agentes de endemias.

Um exemplo disso são os incontáveis focos encontrados nesta sexta-feira pela Vigilância Ambiental da 6ª Gerência de Saúde, nas proximidades do Parque Cruz da Menina, após denúncia de um morador, angustiado com o alto índice de pessoas da localidade apresentando sintomatologia de dengue e outras doenças transmitidas pelo mosquito Aedes, a exemplo da Chikungunya e Zika.

“É um absurdo a quantidade de lixo eletrônico, pneus, garrafas pet, dentre outros resíduos propícios para a proliferação do Aedes, que encontramos nesse setor. Muita água parada, larvas e mosquitos já adultos, isso bem próximo das residências”, desabafou Eugênio Pacceli, da Vigilância Ambiental, triste com a falta de colaboração da população. Ele entrou em contato com a Prefeitura Municipal de Patos e solicitou a limpeza na referida localidade, bem como visita por parte do pessoal de doenças endêmicas.

A 6ª Gerência Regional de Saúde vem concentrando suas ações de forma intensa no trabalho de combate ao Aedes, com muitas atividades nesse propósito. Na última segunda os apoiadores regionais realizaram o planejamento de ações para serem desenvolvidas com os municípios. A primeira ação foi participar da abertura da semana D contra o mosquito Aedes n o município de Cacimba de Areia.

Todos os 24 municípios recebem orientações, auxílio para suas ações, ajuda no trabalho de campo através do apoiadores regionais; apoio institucional; material educativo, com objetivo de conscientizar e incentivar a comunidade a ser mais participativa na luta contra o mosquito.

Esta semana também ocorreu, no auditório da 6ª Gerência, uma reunião extraordinária da Comissão Intergestores Regional do Sertão (CIRs) com os secretários municipais de saúde, rede hospitalar, tendo sido convidado também o Ministério Público. Na pauta a microcefalia, doenças causadas pelo Aedes e todo o processo de acompanhamento das notificações de casos suspeitos, bem como das mães gestantes.

Nesta sexta apoiadores se dirigiram ao município de Condado para participarem, juntamente com vigilantes ambientais e soldados do Corpo de Bombeiros, de ações contra o mosquito promovidas por aquele município.
Um dos termômetros da grande quantidade de pessoas que estão enfrentando doenças causadas pelo Aedes tem sido o Hospital Regional de Patos, onde se registra grande demanda de pessoas com sintomas de doenças causadas pelos vírus transmitidos pelo Aedes.


A Maternidade Dr. Peregrino Filho, de Patos, referência em Microcefalia para a 3ª e 4ª regiões de saúde segue, segundo seu diretor Odir Borges, todos os protocolos no atendimento às mulheres grávidas com suspeita da doença, que traz graves sequelas para o desenvolvimento da criança. “Elas recebem o atendimento especializado, os exames necessários, a exemplo de tomografia computadorizada. Temos mais de 100 exames suspeitos de microcefalia aguardando resultados do Lacen”, comentou Odir.


Câmara de Patos discutirá Projeto das 30 horas para enfermagem em Audiência Pública no próximo dia 16



A Câmara de Vereadores de Patos aprovou na noite desta quinta-feira, dia 03 de março, durante Sessão Ordinária realizada no Plenário Edivaldo Mota, Requerimento pedindo a Mesa Diretora da Casa para agendar Audiência Pública a ser realizada no próximo dia 16, oportunidade na qual será discutido o Projeto de Lei que estabelece a carga horária de 30 horas semanais para a enfermagem.

“Após participar de duas importantes reuniões com a categoria e com o presidente do Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (COREN-PB), Ronaldo Bezerra, sendo uma aqui na Câmara Municipal e outra no gabinete com a prefeita Francisca Motta, colocamos a proposta para realização de uma Audiência Pública aqui na Casa Juvenal Lúcio de Sousa, que foi aprovada por unanimidade pelos vereadores”, comentou a propositora, vereadora Nadir Rodrigues Guedes (PMDB).

A defesa pela aprovação de um Projeto de Lei que regulamente esta carga horária para os profissionais da enfermagem é uma bandeira já defendida pelos vereadores, que sempre que o tema foi abordado declararam apoio a luta e comprometimento com a aprovação do PL.

“O que a enfermagem quer, não é trabalhar menos, mas sim, poder trabalhar com mais qualidade e melhor atendendo a população. Vamos promover este debate, com a presença de enfermeiros, de representantes das comunidades, do Governo Municipal, onde iremos mostrar a importância dessa redução não apenas para enfermagem, mas para todos os profissionais da saúde, pois são eles que lidam diretamente com as necessidades da população”, complementou a vereadora.

Reunião com a prefeita

Para a prefeita Francisca Motta, a jornada de 30 horas representa mais uma valorização do servidor da saúde em sua gestão. “Ninguém tem a preocupação maior e a vontade de ajudar do que eu como prefeita, até porque tenho um olhar diferenciado para a saúde. E luto em procura de tornar essas conquistas de classe em realidade. Contudo, faremos tudo pelos meios legais e iniciaremos com uma consulta ao Ministério da Saúde, mostrando os municípios em que esta lei já está em vigor e pedindo a autorização, para que o nosso pleito tenha respaldo legal,” revelou.

Após essa reunião de formalização, o próximo passo a ser dado ficará por conta do secretário de Saúde do município, José Francisco de Sousa (Zeca), que irá procurar o Ministério da Saúde para saber as implicações e o impacto que a mudança trará. Paralelo a isso também será feita uma consulta popular a através das associações de bairro.

“Essa reunião foi para mostrar à categoria como tecnicamente a gente pode avançar em busca da realização desse sonho dos profissionais, mas também desse compromisso da prefeita. Portanto, aqui nós estabelecemos um conjunto de aparatos legais com consulta a Ministério, consulta popular, para que seja possível honrar com esse compromisso,” disse.

Ascom | Câmara Municipal de Patos

Contran adia para maio prazo para tirar habilitação para 'cinquentinha'

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) adiou para o próximo dia 31 de maio o prazo para quem conduzir as chamadas motos "cinquentinhas" obter a habilitação. A decisão foi publicada nesta quinta-feira (3), no Diário Oficial da União, 4 dias depois de o prazo anterior vencer.

Assim, a multa para infratores começará a ser aplicada a partir de junho. Conduzir um veículo sem habilitação é considerado infração gravíssima, com o valor de R$ 191,54 multiplicado por 3, totalizando R$ 574,62. Além disso, a punição inclui 7 pontos na carteira de habilitação e retenção do veículo.
Estados tinham adiado multa
O Nordeste é o maior mercado brasileiro das "cinquentinhas" e alguns estados da região já tinham prorrogado a fiscalização, alegando que as autoescolas ainda não estavam preparadas para dar aulas em ciclomotores.

A multa não estava sendo cobrada em AlagoasCeará e Piauí, segundo levantamento do G1realizado entre a última segunda (29) e esta quinta (3). "Sem a possibilidade de fazer aulas práticas no estado, o Detran não está emitindo habilitação nem está multando, apenas fazendo os emplacamentos", afirmou o Detran-CE.
Goiás e Santa Catarina disseram que não estão aplicando multas porque ainda não estão adaptados às novas normas.

Falta do curso para ACC
De acordo com o Contran, quem dirige "cinquentinha" precisa ter a carteira da habilitação (CNH) na categoria A, de motos, ou a chamada Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC), que é específica para esses veículos. Nem todas as autoescolas, porém, oferecem o curso para obtenção da ACC.

Em dezembro passado, quando fixou o primeiro prazo para multar quem não tinha habilitação, o Contran também deu 6 meses para que os Centros de Formação de Condutores (CFCs) adquirissem esses veículos para dar o curso de obtenção da ACC. A partir de junho, eles serão obrigados a oferecer essa opção.
Os processos para tirar a CNH e moto e a ACC são semelhantes, incluindo aulas teóricas, práticas e prova prática. Os Detrans costumam cobrar o mesmo valor de taxas tanto para emitir a CNH quanto o ACC --custos de autoescolas, no entanto, variam.
Alguns estados adiaram também a multa por falta de placa nas "cinquentinhas". Esta exigência existe desde que o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) entrou em vigor, em 1998, porém, no ano passado, o governo federal determinou que a tarefa de emplacar esses veículos passasse das prefeituras para os Detrans.
O objetivo era aumentar os licenciamentos e a fiscalização, abrangendo inclusive as motos usadas. Por conta disso, o número de emplacamentos de "cinquentinhas" no Brasil subiu 280% em 2015 em relação ao ano anterior.
Rodar com a moto sem placa e documentação também é infração gravíssima, com perda de 7 pontos na carteira, e multa no valor de R$ 191,54, além do risco de apreensão do veículo.

quinta-feira, 3 de março de 2016

Polícia reforça segurança e realiza operações nos presídios da Capital


O Batalhão de Operação Especiais, por meio da Companhia de Policiamento de Choque, está desencadeando uma série de operações que visa reforçar a segurança nos presídios da Capital.

Durante as ações, policiais da Companhia de Choque comparecem aos presídios, nos três turnos, sempre em contato com a guarda para observar a movimentação nas guaritas e dar apoio no eventual surgimento de qualquer fato anormal.

O objetivo é reforçar não apenas a segurança interna dos estabelecimentos prisionais, mas também nas imediações destes, efetuando rondas preventivas para garantir mais tranquilidade para a população circunvizinha.

 “No presídio Flósculo da Nóbrega, no bairro do Róger, além das visitas ao presídio, as equipes do Choque também têm intensificado as rondas nas ruas adjacentes. O Batalhão de Operações Especiais está sempre à disposição para apoiar qualquer unidade, com o fim de manter e reforçar a segurança, não apenas nos estabelecimentos prisionais, mas em cada recanto do estado”, explicou o major Otávio Ferreira, comandante do Batalhão de Operações Especiais. 

Ricardo anuncia ações e programação alusiva ao Dia Internacional da Mulher



O governador Ricardo Coutinho lança, nesta segunda-feira (7), às 10h, no Teatro Paulo Pontes do Espaço Cultural, em João Pessoa, a campanha “Direitos Garantidos, Vidas em transformação - Paraíba: Mulher Forte e de Valor”, com anúncio de várias ações do Governo do Estado em comemoração ao Dia Internacional da Mulher - 8 de Março.

Entre as ações, o governador Ricardo Coutinho assinará convênio entre o Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri (Procase) e 19 organizações de mulheres dos cinco territórios atendidos pelo projeto. Também serão entregues cheques da Linha do Empreender Mulher para mulheres trans (pessoas que nasceram com sexo biológico masculino, mas que possuem identidade de gênero feminina).

Outra ação importante será a posse dos membros do Fórum Estadual de Enfrentamento da Violência Contra as Mulheres do Campo e adesão da Rede Estadual de Educação ao programa “O Valente não é violento”, da ONU Mulheres.

Coordenada pela Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, a programação conta com mais de 50 atividades, e seguirá durante todo o mês de março em vários municípios. As ações são realizadas em parceria com outros órgãos do governo, como Saúde, Educação, Cultura, Desenvolvimento Humano e Segurança Pública.lr - * de mraço,

Na área cultural, o destaque é para os shows de Flávia Wenceslau e do concerto Prima Mulheres, nesta terça-feira (8), no Teatro Paulo Pontes, no Espaço Cultural, às 20h. Também, às 19h, o rol da sala de concertos, acontecerá o lançamento do livro Catação: olhar juvenil sobre os catadores e catadoras.

Segundo a secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Soares, outra ação importante será “Dia D de Enfrentamento da Violência Contra as Mulheres”, quando ocorrerão, durante todo o dia 8 de Março, ações paralelas nas 11 Delegacias das Mulheres do Estado, com panfletagem e orientação em espaços de circulação da população.

Dia D de Enfrentamento da Violência Contra as Mulheres

Hora: 8h
Bayeux - Av Liberdade – Em frente ao Restaurante Popular
Cabedelo – Br 230 – Km 3
Campina Grande – Terminal de Integração
Guarabira – Praça Lima Moura – Centro
João Pessoa – Mangabeira VII
Monteiro – Centro da Cidade
Queimadas – Centro da Cidade
Patos – Praça Coração de Jesus – Centro
Santa Rita – Centro da Cidade
Sousa – Centro da Cidade

Maioria do STF aceita abertura de ação penal contra Eduardo Cunha

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou pela abertura de ação penal contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e a ex-deputada federal e atual prefeita de Rio Bonito (RJ), Solange Almeida. Seguindo o voto do relator, ministro Teori Zavascki, os demais minsitros entenderam que há indícios de que Cunha recebeu US$ 5 milhões de propina por um contrato de navios-sondas da Petrobras.
 
Ontem, seis dos 11 ministros da Corte aceitaram a denúncia contra Cunha e Solange. Os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Marco Aurélio, Cármen Lúcia e Rosa Weber acompanharam voto do relator, ministro Teori Zavascki.
 
A sessão do STF foi suspensa e será retomada hoje, com os votos dos demais ministros que compõem a Corte. Faltam os votos de Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Celso de Mello e Ricardo Lewandowski.
 
Se o resultado for mantido, Cunha e Solange passarão à condição de réus no processo.
 
O relator votou pelo recebimento parcial da denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República, por entender que há indícios de que o presidente da Câmara pressionou um dos delatores da Lava Jato para receber propina. “A análise dos autos mostra que há indícios robustos para receber parcialmente a denúncia, cuja narrativa dá conta de que o deputado federal Eduardo Cunha, procurado por Fernando Soares, aderiu ao recebimento, para si e concorrendo para o recebimento por parte de Fernando Soares, de vantagem indevida, oriunda da propina destinada a diretor de empresa estatal de economia mista, em função do cargo, por negócio ilícito com ela celebrado”, disse Zavascki.
 
Segundo denúncia apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, Cunha recebeu US$ 5 milhões para viabilizar a contratação de dois navios-sonda do estaleiro Samsung Heavy Industries, em 2006 e 2007. O negócio teria sido feito sem licitação e com a intermediação do empresário Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, e o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró. O caso foi descoberto a partir do acordo de delação premiada firmado por Júlio Camargo, ex-consultor da empresa Toyo Setal e um dos delatores do esquema de desvios na Petrobrás. Ele também teria participado do negócio e recebido US$ 40,3 milhões da Samsung Heavy Industries para efetivar a contratação.
 
PGR
 
Para o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que apresentou denúncia contra Cunha, “tudo ia bem na propinolândia” até que o contrato para contratação das sondas foi suspenso por um problema jurídico. Para o procurador, a partir daí, Fernando Soares passou atuar em nome de Cunha para pressionar Júlio Camargo para que o pagamento de propina fosse retomado.
 
Defesa
 
Em sustentação oral durante o julgamento no STF, o advogado Antonio Fernando Barros, defensor de Cunha, disse que a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal contra o deputado “não reúne condições para ser admitida”.  Antonio Fernando Barros disse que, em depoimento, Fernando Soares afirmou que não conhecia o presidente da Câmara no período em que os contratos foram assinados e que não foi seu sócio.
 
 
Agência Brasil

quarta-feira, 2 de março de 2016

Clube de Xadrez José Amarante Promove II Pexote’s Day.




O Clube de Xadrez José Amarante realizou nesta terça 1º, o II Pexote’s Day. O evento aconteceu na Praça-Coreto de Tião da Tripa, no centro da cidade. A modalidade Blitz foi definida em 7 rodadas com presença de 32 jogadores, com idades entre 7 e 54 anos.

O campeão do torneio foi mais uma vez Frankleno França, vencedor também da chave principal do II Memorial José Amarante, evento que iniciou a série de 15 competições que serão realizadas em Patos em 2016,  promovidas pelo Clube de Xadrez de maior representatividade do município que congrega os enxadristas de todas as gerações, haja vista a continuidade do incentivo à prática do esporte desenvolvida por esta agremiação, após a saída de cena de “Seu Amarante”, grande propulsor do xadrez patoense.

A entidade está completando 20 anos de desenvolvimento e   incentivo à modalidade em Patos e na sua Região Metropolitana. Vale destacar que o trabalho empreendido em Mãe D’água, cidade que já deu 2 títulos brasileiros a Paraíba com Rebeca Barros em 2011 e 2013, nos Jogos Militares e de Bombeiros do Brasil, em Belo Horizonte-MG  e São Luís-MA, respectivamente, além do vice-campeonato brasileiro de Gutemberg Júnior nos Jogos Escolares da Juventude, realizados em Fortaleza-CE em Setembro de 2015, também é fruto das ações de disseminação do esporte, empreendidas pelo Clube de Xadrez José Amarante.

O clima de descontração, congraçamento e fair play reinou durante todo evento, que além dos jogadores de Patos contou com a presença marcante da equipe escolar da cidade de Mãe D’água, destacando-se o jovem Gutemberg Júnior, de 14 anos, atual vice-campeão brasileiro dos Jogos Escolares da Juventude, quinto colocado no geral e melhor sub-18, além de Giovanna Moraes, de 10 anos, nona colocada no geral e melhor feminino.

O próximo evento do Clube de Xadrez José Amarante será II Memorial Polion Carneiro que acontecerá no Centro de Cultura Amaury de Carvalho, nos dias 21, 22 e 23 de Março.

Severino Amancio, conhecido popularmente como Biu do Xadrez, detentor de 15 títulos Paraibanos e 10 Olimpíadas Nacionais no currículo coordenou mais uma vez o valoroso evento. contato 99830-8016.

ASCOM CXJA



Ministério da Saúde investiga 4.222 casos suspeitos de microcefalia no país

Estão sendo investigados todos os casos de microcefalia e outras alterações do sistema nervoso central, inclusive a possível relação com o vírus Zika e outras infecções congênitas
O Ministério da Saúde e os estados investigam 4.222 casos suspeitos de microcefalia em todo o país. Isso representa 71,5% dos casos notificados. O novo boletim divulgado nesta terça-feira (1º) aponta, também, que 1.046 notificações já foram descartadas e 641 confirmadas para microcefalia e outras alterações do sistema nervoso, sugestivos de infecção congênita. Ao todo, 5.909 casos suspeitos de microcefalia foram registrados até 27 de fevereiro.
Os 641 casos confirmados ocorreram em 250 municípios, localizados em 15 unidades da federação: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Pará, Rondônia, Goiás, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul. Já os 1.046 casos foram descartados por apresentarem exames normais, ou apresentarem microcefalias e/ou alterações no sistema nervoso central por causas não infeciosas.
Cabe esclarecer que o Ministério da Saúde está investigando todos os casos de microcefalia e outras alterações do sistema nervoso central, informados pelos estados e a possível relação com o vírus Zika e outras infecções congênitas. A microcefalia pode ter como causa diversos agentes infecciosos além do Zika, como Sífilis, Toxoplasmose, Outros Agentes Infecciosos, Rubéola, Citomegalovírus e Herpes Viral.
De acordo com o informe, os 5.909 casos noticiados, desde o início das investigações no dia 22 de outubro do ano passado – foram registrados em 1.143 municípios de 25 unidades da federação. A região Nordeste concentra 81% dos casos notificados, sendo que Pernambuco continua com o maior número de casos que permanecem em investigação (1.672), seguido dos estados da Bahia (817), Paraíba (810), Rio Grande do Norte (383), Ceará (352), Rio de Janeiro (261), Alagoas (222), Sergipe (192) e Maranhão (192).
Ao todo, foram notificados 139 óbitos por microcefalia e/ou alteração do sistema nervoso central após o parto (natimorto) ou durante a gestação (abortamento ou natimorto). Destes, 31 foram confirmados para microcefalia e/ou alteração do sistema nervoso central. Outros 96 continuam em investigação e 12 já foram descartados.
Do total de casos de microcefalia confirmados, 82 foram notificados por critério laboratorial específico para o vírus Zika. No entanto, o Ministério da Saúde ressalta que esse dado não representa, adequadamente, a totalidade do número de casos relacionados ao vírus. A pasta considera que houve infecção pelo Zika na maior parte das mães que tiveram bebês, cujo diagnóstico final foi de microcefalia.
Até o momento, estão com circulação autóctone do vírus Zika 22 unidades da federação: Goiás, Minas Gerais, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Roraima, Amazonas, Pará, Rondônia, Mato Grosso, Tocantins, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná.
ORIENTAÇÃO – O Ministério da Saúde orienta as gestantes adotarem medidas que possam reduzir a presença do mosquito Aedes aegypti, com a eliminação de criadouros, e proteger-se da exposição de mosquitos, como manter portas e janelas fechadas ou teladas, usar calça e camisa de manga comprida e utilizar repelentes permitidos para gestantes.

Águas do São Francisco podem chegar a Engenheiros Ávidos em dezembro

São José de Piranhas-PB - As águas do Projeto de Integração do Rio São Francisco chegarão à barragem Engenheiro Ávidos, em Cajazeiras (PB), até dezembro de 2016 ou no primeiro de semestre de 2017. A afirmação é do secretário de Infraestrutura Hídrica do Ministério da Integração Nacional (MI), Osvaldo Garcia. O gestor acompanha nesta terça-feira (1º/3) o segundo dia da visita da comitiva da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) às estruturas do projeto - trechos em obras e barragens que receberão as águas do empreendimento.
 
“A água que vai chegar é suficiente para abastecer 3 milhões de pessoas. Com isso, a possibilidade de que elas não disponham desse bem natural para consumo será zerada. Isso chama segurança hídrica. E vai permitir que os demais recursos hídricos do estado sejam utilizados para o desenvolvimento econômico e social da região”, afirmou Garcia. A barragem Engenheiro Ávidos vai abastecer o estado da Paraíba e suas águas seguirão o curso do Rio Piranhas-Açu até o Rio Grande Norte.
 
Com capacidade de acumular até 255 milhões m³ de água, o reservatório é um dos 24 para os quais o MI, por meio do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), tem elaborado estudos e projetos-executivos para recuperação. O investimento nos projetos é de R$ 22 milhões. “Já o valor estimado para recuperação dessas 24 barragens é da ordem de 370 milhões de reais”, disse Osvaldo Garcia.
 
Ceará - Após a visitar o reservatório, os representantes do Ministério da Integração acompanharam a caravana da CNBB até a Vila Produtiva Rural Cacaré, também em São José de Piranhas. Os próximos destinos, ainda nesta terça-feira, estão localizados no Ceará: o Reservatório Jati, no município de Jati, onde haverá apresentação sobre as obras do Eixo Norte do Projeto São Francisco, e Vila Produtiva Rural Retiro, na cidade de Penaforte. Na quarta-feira (2), a programação será em Pernambuco: atividade em escritório do MI no município de Salgueiro e visita à primeira Estação de Bombeamento (EBI-1), em Cabrobó.
 
A caravana da CNBB é formada por oito bispos e outros 100 membros da Igreja, pertencentes à regional Nordeste 2 da instituição. O objetivo é marcar um novo momento de diálogo entre Igreja Católica, instâncias do Estado brasileiro e comunidades do Nordeste. No primeiro dia de expedição, na segunda-feira (29/2), os religiosos conheceram as barragens Armando Ribeiro Gonçalves e Oiticica, no Rio Grande do Norte, que receberão águas do Projeto São Francisco, e se reuniram com representantes de órgãos públicos, comunidades e agricultores do estado.

terça-feira, 1 de março de 2016

Hospital de Trauma aciona plano de gerenciamento de crises para atender vítimas do acidente entre trem e ônibus


O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, acionou o plano de gerenciamento de crises, catástrofes e múltiplas vítimas da unidade de saúde por causa do acidente envolvendo um trem e um ônibus ocorrido na tarde dessa segunda-feira (29), em Várzea Nova, Santa Rita. Dez pessoas, todas em estado grave instável, deram entrada na unidade hospitalar, em menos de uma hora.

O diretor-técnico do Hospital de Trauma, Edvan Benevides, explicou a importância do plano de gerenciamento de crises, que torna o atendimento ao paciente mais preciso, ágil e eficaz. “Este plano foi criado para atender às situações em que se identifique a necessidade de esforços extras da equipe assistencial do Trauma de forma ordenada e planejada. Isso garante a qualidade do atendimento, assim como a continuidade da segurança no atendimento ao usuário, de forma que seja mantida a eficácia na Gestão de Riscos”, explicou.

Edvan Benevides ressaltou que o Plano realiza articulações internas, bem como com toda a rede de Urgência e Emergência do Estado, já que em situações extremas os atendimentos de menor complexidade têm que ser direcionados aos outros hospitais da Rede e os de maior complexidade são concentrados no Hospital de Emergência e Trauma, onde são reforçadas as equipes médicas e multidisciplinar e, simultaneamente, nos pacientes mais graves são realizados procedimentos cirúrgicos.

secom

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

LUTO OFICIAL



“A saudade, a história e o nome de Múcio Sátyro não serão esquecidos”, afirma Prefeita Francisca Motta, sobre falecimento de ex-deputado patoense

Considerando o profundo e sincero pesar por parte do Poder Executivo Municipal, diante do falecimento do ilustre patoense, ex-deputado Estadual Múcio Wanderley Satyro, ocorrido na tarde desta segunda-feira, 29 de fevereiro, na Capital João Pessoa; aPrefeita Francisca Motta decretou Luto Oficial por três dias no Município de Patos.

“A cidade está politicamente mais pobre. Advindo de uma família que tem muito serviço prestado aos patoenses, através de nomes como o seu tio Ernani Satyro e o seu pai, Clóvis Satyro; Múcio foi um ser humano e homem público que orgulhou e respeitou a cidade de Patos como seu legítimo representante”, afirmou a Prefeita Francisca Motta.

A Prefeita externou o sentimento de solidariedade, por parte de todos que formam o Poder Executivo Municipal, para com a família Satyro, em um momento de profundo pesar e despedida.

“Patos hoje está mais triste. Sem dúvida, uma grande perda. Tenho certeza que existe um sentimento comum na cidade, de que a saudade, a história e o nome de Múcio Satyro não serão esquecidos, por tudo que ele nos deixa, a começar de uma valiosa família e grandes exemplos”, consternou Francisca Motta.

Deputado Múcio Sátyro

Múcio Wanderley Sátyro nasceu na cidade de Patos, no dia 05 de novembro de 1941. Seu pai, Clóvis Sátyro, descendente do velho tronco que originou a família, teve sua origem mais remota no território de Pombal, onde radicou seu genitor Aquiles, médico que residia na fazenda São Joaquim. Sua mãe, Doralice Wanderley Sátyro, filha do Coronel Sebastião Horácio da Nóbrega e Olívia Wanderley, casou em 1939 e gerou também os irmãos: Iêda (casada com o jurista Paulo Bonavides, radicado em Fortaleza); Miguel (médico radicado no Recife) e Maria do Socorro (casada com Sérgio Segundo Maia de Vasconcelos e radicada em João Pessoa).

Múcio Sátyro estudou o primário no Grupo Escolar Rio Branco, o Ginásio no Diocesano de Patos e o científico no Salesiano do Recife, cidade onde prestou serviço militar e fez o superior de Direito, pela Universidade Federal de Pernambuco.

Despertou o tino de liderança nas lutas estudantis e chegou a ser presidente da Associação Universitária de Patos. Contando com o apoio, incondicional, do seu tio Ernani Sátyro, com o qual sempre teve uma identificação muito forte, Múcio chegaria a ocupar a condição de deputado Estadual por cinco mandatos.

Na Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba ocupou várias funções de destaque: presidente da Comissão de Orçamento e Finanças; vice-líder do partido e líder do governo, secretário da mesa e presidente da Comissão de Justiça.

Casado com Elizabeth Vieira Sátyro, filha do ex-prefeito Milton Gomes Vieira, que chegou a função de vice-prefeita de Patos, por duas vezes. Múcio é pai de André (memória), Múcio Filho, Maria Olívia e Juliana, além de avô de: Alice, Miguel, Maria Júlia e Múcio Neto.





Atenciosamente, 

Polícia prende seis pessoas em Campina Grande e desarticula quadrilha que furtava casas de veraneio em PE









O apoio da Polícia Civil da Paraíba ao trabalho realizado pela Polícia Civil de Pernambuco durante a Operação Trilha contribuiu para a prisão de seis pessoas, quatro por força de mandado de prisão temporária e ainda mais duas em flagrante, no último dia 25 de fevereiro, na cidade de Campina Grande.  As prisões fazem parte de uma investigação de uma quadrilha especializada em furtar casas de veraneio no litoral de Pernambuco.

Foram presos: Marcus Odilon Tavares, de 28 anos; Eliseu Alves de Oliveira, de 29 anos; Alisson Silva, de 24 anos; Mayrla Laysa Gonçalves Melo, de 27 anos; Michael Sales Medeiros, de 27 anos e Widney Bruno Vilar, de 31 anos. De acordo com o delegado de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) de Campina Grande, Cristiano Santana, a ação realizada na cidade paraibana é um desdobramento da Operação que começou em municípios do Litoral Pernambucano. “O trabalho começou no Litoral pernambucano e se estendeu até Campina Grande, porque as investigações apontaram que os suspeitos residiam aqui na Paraíba, que era o local para o qual eles traziam os materiais roubados, para vender, ostentar, negociar”, disse a autoridade policial.

Durante os furtos, a quadrilha procurava sempre casas que possuíam quadriciclos, jet ski, paredões de som, veículos e outros objetos. As investigações contaram com o uso de imagens de circuito interno de câmeras que estavam instaladas próximas as residências furtadas, nas quais era possível identificar os dois veículos usados pelo bando nos crimes. Além dos seis presos em Campina Grande, foram cumpridos outros mandados no município de Carpina (PE).

Como desdobramento das investigações, foi descoberto que a quadrilha possuía carros de luxo, em situação irregular. Os veículos foram apreendidos. Os paredões de som furtados em Pernambuco eram negociados para proprietários de equipadoras de som de Campina Grande. O bando vai responder pelos crimes de formação de quadrilha, receptação e furto qualificado. Quatro presos foram transferidos para Unidade Prisional de Pernambuco e dois permanecem à disposição da Justiça em Campina Grande.

secom

Morre em João Pessoa ex deputado patoense Múcio Sátyro

Morreu na tarde desta segunda-feira (29/02), o ex deputado estadual patoense, Múcio Sátyro. O político estava internado no Hospital da Unimed, após se sentir mal havia alguns dias. Seu quadro clínico piorou e ele não resistiu indo a óbito na tarde de hoje.
O ex deputado tinha passado mal e teve que ser internado no Hospital da Unimed de João Pessoa no último feriado de carnaval. ,
O ex deputado lutava contra o mal de Parkison há alguns anos, e teve o quadro agravado após sofrer uma isquemia (falta de suprimento sanguíneo para um tecido orgânico devido a obstrução causada por um trombo) no mês de novembro de 2014. Ele também foi hospitalizado em janeiro do ano passado (2015), onde permaneceu internado por alguns dias.
O sepultamento do ex deputado deve acontecer nesta terça-feira, dia 01 de março aqui em Patos, no cemitério São Miguel (bairro Belo Horizonte). Ainda não foi informado o local onde o corpo será velado. 

Patosonline.com

Procon-Patos notifica escolas particulares após denúncias de prática abusiva nos valores de merenda



A Secretaria de Defesa do Consumidor (Procon-Patos), notificou nesta segunda-feira, 29 de fevereiro, as escolas particulares de Patos, com a finalidade de acompanhar os valores dos produtos que estão sendo cobrados em relação a merenda escolar dos alunos.
 
De acordo com a secretária de Defesa do Consumidor, Edjane Araújo, esta medida veio a partir de algumas reclamações de pais que procuraram o órgão afirmando que existe uma cobrança abusiva destes produtos. “Estamos notificando todas as escolas particulares de nossa cidade para que apresentem até o dia 07/03 uma planilha que conste todos os itens comercializados, bem como todos os preços cobrados aos alunos”, explicou.

Edjane Araújo falou ainda que nesta ação também será verificado e analisado os itens que possuem a sua revenda proibida na merenda escolar, por exemplo, o refrigerante.

“O Procon tem esta preocupação com os consumidores dentro das escolas com o objetivo que os mesmos não venham ter problema de consumo e de saúde. Então, com vista à proteção do direito do consumidor, nós estamos efetuando esse acompanhamento nas escolas particulares de Patos”, finalizou.

CNBB inicia caravana nas obras do São Francisco e realiza missa em Cajazeiras


O Ministério da Integração Nacional (MI) vai acompanhar a visita de uma comitiva da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) a obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco em Pernambuco, Ceará e Paraíba. A agenda será realizada a partir desta segunda-feira (29), quando a cidade de Cajazeiras contará com a Celebração de uma missa, às 19h30. A caravana da CNBB será formada por oito bispos e outros 100 membros da Igreja.


Amanhã, a agenda no estado ainda inclui uma visita Barragem Engenheiro Ávidos/Boqueirão, às 7h30, em São José de Piranhas, e, em seguida, às 11h30, uma visita à Vila Produtiva Rural Cacaré, no mesmo município. A caravana segue até a quinta-feira (3/3). O secretário de Infraestrutura Hídrica Osvaldo Garcia será um dos membros da delegação do MI.



O roteiro também inclui visitas a barragens gerenciadas pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), autarquia vinculada ao ministério, na Paraíba e no Rio Grande do Norte, além de encontros com representantes de comunidades locais. O objetivo dos religiosos é marcar um novo momento de diálogo entre Igreja Católica, instâncias do Estado brasileiro e comunidades do Nordeste.

Projeto São Francisco



O Projeto São Francisco é a mais relevante iniciativa da Política Nacional de Recursos Hídricos do Governo Federal. O objetivo é garantir a segurança hídrica para 390 municípios no Nordeste Setentrional, onde a estiagem ocorre frequentemente, beneficiando mais de 12 milhões de habitantes nos estados de Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

parlamentopb

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Prefeitura de Mãe d’Água-PB entrega 40 casas construídas em parceria com o Governo Federal



Nesta terça feira (23) a Prefeitura de Mãe d’Água-PB entregou 40 casas construídas em parceria com o Governo Federal, através do programa Minha Casa, Minha Vida. Foram 30 casas do Conjunto habitacional denominado pela Câmara Municipal de Bivar Monteiro, localizado na sede do município, e outras 10 moradias construídas no distrito de Stª Maria Gorete.

A solenidade de entrega das casas aconteceu no Auditório Municipal Professora Lucinda de Sousa Justo, onde as famílias contempladas receberam as chaves dos imóveis. Elas foram selecionadas através de um sorteio realizado entre os inscritos. De acordo com a Secretaria de Assistência Social, responsável pelo cadastramento, foram mais de 120 famílias cadastradas. “Apenas as famílias de baixa renda puderam se inscrever”, revelou Silvia Canuto, 35, responsável pela pasta. “Por enquanto apenas 40 pessoas foram beneficiadas nessa primeira etapa, mas nós estamos aguardando que o Ministério das Cidades lance novo edital e que a empresa licitante mande a documentação de cadastro para que as demais também possam ser contempladas”, esclareceu Canuto.

Além dos contemplados com os imóveis e da secretária de Assistência Social, Silvia Canuto, participaram da solenidade de entrega o secretário de infraestrutura Rivaldo Campos; a chefe de Gabinete da Administração, Herta Fragoso; o Secretário de administração, Gilderley de Moura Ribeiro; o secretário de Agricultura Rivaldo Sebastião; a Secretária de Cultura, Rosana Leão; a Secretária de Saúde, Fátima Carvalho; da Educação, Adalberto lima, adjuntos e o ex deputado estadual Monaci Marques, que na ocasião representou a prefeita do município, Margarida Fragoso (Margarida Tota).

Durante pronunciamento, o secretário de infraestrutura, Rivaldo Sebastião, destacou que as moradias foram construídas através do programa Minha casa minha vida do Governo Federal, em parceria com o município. “Somente com a aquisição dos terrenos onde foram construídas as casas, a prefeitura investiu 90 mil reais” destacou Campos. Ainda de acordo com ele, com os serviços do sistema de água e esgoto e a pavimentação em paralelepípedo que em breve será feito em torno das casas “O investimento, somente da contrapartida do município, deverá ultrapassar os 300 mil reais,” concluiu o secretário Campos.


Já o ex deputado Monaci Marques, falando em nome da prefeita margarida Tota, lembrou que essa foi mais uma promessa de campanha cumprida pela Chefe do Poder Executivo. “Quando deputado, a pedido da prefeita Margarida, fui muitas vezes á Brasília agilizar a liberação dos recursos para que essas casas fossem erguidas”. Lembrou o ex parlamentar paraibano. “Fico feliz em poder hoje participar com vocês desse momento de grande alegria da realização do sonho da casa própria, e que aqui em Mãe d’Água, graças a Deus e ao trabalho dos nossos gestores, vem se concretizando com freqüência, pois essa não é a primeira vez que o município entrega moradias novas para quem precisa e, assim, resolvendo o problema do déficit habitacional”, finalizou Marques.

Célio Martinez

Minha Casa, Minha Vida tem R$ 970 milhões para aplicar em 2016

Resolução publicada hoje (26) no Diário Oficial da União estabelece o plano de metas e as diretrizes gerais para a aplicação dos recursos do Fundo de Desenvolvimento Social, destinados ao Programa Minha Casa, Minha Vida. Segundo o texto, poderá ser usado o montante de até R$ 970 milhões em 2016, dos quais R$ 613,8 milhões para pagamento de obras em curso e R$ 338 milhões para contratação de novas operações de crédito.

A terceira fase do programa deverá ser anunciada em março. A prestação mínima do Minha Casa, Minha Vida vai subir de R$ 25 para R$ 80 e será cobrada para as novas moradias do programa habitacional, que começam a ser contratadas este ano. Pertencente à terceira etapa do programa, a mudança se refere às famílias que estão na primeira faixa, com renda de até R$ 1,8 mil.

Para as pessoas que recebem salário mensal de no máximo R$ 800, a prestação será de R$ 80. De acordo com o Ministério das Cidades, para aqueles que têm renda mensal entre R$ 800 e R$ 1,2 mil, o valor corresponderá a 10% do salário. As famílias cujo salário médio varia entre R$ 1,2 mil e R$ 1,8 mil pagarão mensalmente o valor que corresponde a 15% do salário.

A prestação mínima paga anteriormente pelos beneficiários do programa era de R$ 25 por mês. Antes das mudanças, em toda a Faixa 1, cerca de 95% do imóvel era subsidiado pelo governo.

Agência Brasil

Efraim Filho solicita construção de novos aterros sanitários na Paraíba

O deputado federal paraibano Efraim Filho (Democratas), apresentou requerimento de indicação ao Ministério das Cidades solicitando a formalização de convênios entre o Governo Federal e o Governo Estadual para construção de cinco aterros sanitários no Estado da Paraíba.                     

“Em agosto de 2010, entrou em vigor a lei dos resíduos sólidos que obriga todas as cidades do país a fecharem seus lixões e construírem aterros sanitários para receber o lixo produzido pela população, e os municípios sozinhos não conseguirão enfrentar essa questão” disse Efraim Filho. 

“Precisamos construir no mínimo cinco aterros sanitários no Estado em locais estratégicos, discutindo com os municípios e com a população, ouvindo especialistas e a sociedade civil organizada, para que eles escolham os locais mais adequados e viáveis para construção desses aterros que deverão atender a vários municípios, uma vez que esses locais também serão fonte de geração de emprego e renda” justificou Efraim. 

Conforme o parlamentar após a criação de lei federal que fecha lixões, o país construiu pouquíssimos aterros e todos os dias são produzidos no Brasil 136.748 toneladas de lixo, segundo dados da ABLP (Associação Brasileira de Resíduos Sólidos e Limpeza Pública). O material é levado para os 3.350 lixões espalhados pelo país, locais considerados inadequados por especialistas. 

O governo federal, de acordo com Ministério das Cidades, prevê a construção de 80 centros de tratamento no país. Cada um deverá ter mais de um aterro sanitário e deverá beneficiar 700 cidades. O orçamento destinado para as obras é de R$ 2 bilhões. 

Segundo o parlamentar um estudo feito pelo Ibama aponta que 98% dos municípios paraibanos enfrentam problemas com o recolhimento do lixo. 

Uma pesquisa do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) revela que o lixo de 98% dos municípios paraibanos tem destino irregular. Os dejetos são encaminhados para lixões a céu aberto ao invés de aterros sanitários. Segundo o Ibama da Paraíba, apenas a região metropolitana de João Pessoa possui aterros dentro das exigências ambientais. 

Nos lixões os dejetos não são submetidos a nenhum tipo de tratamento. Já nos aterros, são abertas valas que são constantemente fiscalizadas pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Sudema). 

Os locais que serão escolhidos para a construção desses aterros deverão ser de baixo valor, mas com sistemas de serviços públicos próximos; que permitam maior racionalização do transporte do lixo coletado; afastados de zonas urbanas; afastados de poços e pontos de captação de água destinada ao abastecimento público; e longe de áreas de proteção de mananciais.


Assessoria

Arquivo do blog